PELO BLOG DE JJ

A 15ª rodada da Série C será iniciada nesse sábado com jogos dos times de Pernambuco, cujas vitórias serão importantes na reta final da competição.

O Náutico receberá a visita do Juazeirense-BA e a conquista dos três pontos praticamente irá garantir-lhe a vaga no G4 final.

O alvirrubro no returno saiu da zona da degola para a vice-liderança numa campanha que poucos esperavam que poderia acontecer.

Na tabela da classificação tem 23 pontos, 7 vitórias, 2 empates e 5 derrotas, aproveitamento de 55%. Como mandante tem um aproveitamento de 76%, 5 vitórias, 1 empate e 1 derrota.

Por outro lado, o time baiano está em 8º lugar, com 16 pontos, 4 vitórias, 4 empates e 6 derrotas, aproveitamento de 38%. Como visitante, somou apenas 2 pontos, e foi derrotado por cinco vezes. Não tem uma única vitória.

Sem menosprezar o adversário, obvio que o Náutico é favorito.

Logo após será a vez do Santa Cruz, cujo adversário é mais difícil, o Botafogo-PB que é um bom mandante.

O tricolor é o 3º colocado, com 21 pontos conquistados, 5 vitórias, 6 empates e 3 derrotas, com 50% de aproveitamento. Como visitante tem uma boa campanha, somando 10 pontos, aproveitamento de 47%.

Enquanto isso o Belo paraibano, é o 6º colocado, com 18 pontos, 4 vitórias, 6 empates e 4 derrotas, aproveitamento de 43%. Como mandante conquistou 11 pontos, com um aproveitamento de 61%.

Na realidade um confronto direto, e uma vitória do tricolor será o passo importante para a sua classificação.

– TREINADOR NEGRO NÃO TEM CHANCE NO FUTEBOL DO BRASIL

* Durante a Copa do Mundo da Rússia o único técnico negro era Aliuou Cisse, da seleção do Senegal. Nos demais times africanos os seus comandantes eram brancos e europeus.

No Brasil o único técnico negro que comandou a seleção do Circo foi Gentil Cardoso em cinco jogos no ano de 1959, no Sul-Americano do Equador, e assim mesmo era composta pelos atletas do futebol de nosso estado.

Na Série A Nacional nenhum dos vinte clubes tem um treinador negro no seu banco. Tem cheiro de racismo. Todos os profissionais negros estão desempregados.

Lula Pereira que foi zagueiro do Sport, trabalhou em vários clubes inclusive o Flamengo, mas está esquecido desde 2012. Andrade campeão brasileiro dirigindo o Flamengo, depois disso dirigiu alguns clubes pequenos e desapareceu.

O mais emblemático é Cristovão Borges que dirigiu grandes clubes do Brasil, e hoje faz parte dos milhões de desempregados. O mais estranho é que as vagas são abertas, e os nomes desses treinadores não são citados.

O Botafogo foi buscar um treinador que estava fora do Brasil há 14 anos, e não comentou nenhuma vez o nome de Borges.

São coisas de um futebol que exala um cheiro ruim de uma situação de racismo nesse setor.

– A JANELA DE TRANSFERÊNCIAS NO FUTEBOL BRASILEIRO

* As transferências de jogadores do Brasil para o exterior renderam R$ 161 milhões para o futebol brasileiro de acordo com um estudo inédito do Circo do Futebol.

Conhecido como janela, esse período começou no dia 2 e termina em 31 de agosto. Até quarta-feira, foram 74 negociações. Destas apenas 12 envolveram valores- Os demais se transferiram sem necessidade de pagamento, pois seus contratos estavam encerrados.

Já no caminho inverso, ou seja jogadores de fora vindo para o Brasil, a janela começou na segunda e termina no dia 15 de agosto. Apenas no primeiro dia, 50 jogadores entraram no mercado nacional, sendo que apenas quatro envolveram valores.

O total dos investimentos dos clubes brasileiros chegou a R$ 44,7 milhões. O que mais impressiona é que dos jogadores transferidos para fora do país (72), 62 saíram de forma livre sem ônus.

* Fonte: Blog de Lauro Jardim.