Posts tagged Copa do Mundo 2018

Fifa pagará R$ 28 mil por dia por atleta cedido à Copa pelos clubes

A Fifa já definiu quanto vai pagar aos clubes que cederem atletas às seleções que vão disputar a Copa do Mundo de 2018, na Rússia. Segundo o jornal “AS”, o valor será de 7,083 mil euros diários (cerca de R$ 27,3 mil) por jogador, sujeitos a impostos e deduções.

Presidente da Fifa, Gianni Infantino

Esse valor vem de um total de 180 milhões de euros (cerca de R$ 701 milhões) destinados para pagar esses “empréstimos” por um mês.

O valor é 120 milhões de euros (cerca de R$ 468 milhões) superior ao que foi desembolsado na Copa de 2014, no Brasil, que ficou em 60 milhões de euros (cerca de R$ 234 milhões). A entidade informou que só vai pagar esses valores aos times que assinaram um formulário, onde aceitam os regulamentos da Fifa. O prazo para o envio desse documento foi prorrogado e termina na próxima terça-feira, dia 10 de janeiro. Os montantes estão sujeitos aos impostos correspondentes.

O período para começar a receber esse dinheiro começa duas semanas antes da partida inaugural do Mundial, no dia 14 de junho, até um dia depois da eliminação da seleção a que pertence o seu atleta. Sobre a questão de atletas que são negociados antes do Mundial, os valores serão repassados de um clube para o outro a partir do momento que foi firmado o acordo, segundo das regras da Fifa.

Importante também é a questão de qual clube recebe essa renda, levando em conta que pode ser o caso de um jogador deixar um clube e se inscrever para um novo antes da celebração da Copa do Mundo. É por isso que a circular da FIFA deixa claro que os montantes serão transferidos para o clube ou os clubes em que o jogador convocado para fazer parte de sua seleção foi registrado durante os dois anos anteriores ao dia seguinte à eliminação de sua seleção na fase final.

(Extra.com)

SAIU O LISTÃO!! – Sandro Meira Ricci confirmado para Copa do Mundo da Russia

Sandro Meira Ricci é o representante do Brasil na Copa do Mundo da Russia. A Fifa definiu os árbitros que vão trabalhar na competição do ano que vem. No total, foram selecionados 36 profissionais de diferentes nacionalidades, sendo que de oito a dez deles serão reservas.

Ricci participa de sua segunda copa do mundo. Em 2014 foi o árbitro brasileiro na copa. Também esteve em mundiais de clubes e outros importantes torneios internacionais.

A confederação europeia (UEFA) tem a maior quantidade de árbitros destacados: 10. Da Oceania (OFC), dois. E Ásia (AFC), América do Sul (Conmebol), América do Norte e Central (Concacaf) e África (CAF) têm seis cada. Ainda não há a definição dos auxiliares e tampouco dos eventuais árbitros de vídeo – o uso do VAR no Mundial será discutido em fevereiro.

20171116163226_0

Confira a lista:

AFC (6)

Fahad Al Mirdasi (Arábia Saudita)
Alireza Faghani (Irã)
Ravshan Irmatov (Uzbequistão)
Mohammed Mohamed (Emirados Árabes)
Ryuji Sato (Japão)
Nawaf Shukralla (Bahrein)

CAF (6)

Mehdi Abid Charef (Argélia)
Malang Diedhiou (Senegal)
Bakary Gassama (Gâmbia)
Ghead Grisha (Egito)
Janny Sikazwe (Zâmbia)
Bamlak Tessema (Etiópia)

OFC (2)

Mattew Conger (Nova Zelândia)
Norbert Hauata (Taiti)

CONCACAF (6)

Joel Aguilar (El Salvador)
Mark Geiger (Estados Unidos)
Jair Marrufo (Estados Unidos)
Ricardo Montero (Costa Rica)
John Piiti (Panamá)
César Ramos (México)

CONMEBOL (6)

Julio Bascuñán (Chile)
Enrique Cáceres (Paraguai)
Andrés Cunha (Uruguai)
Néstor Pitana (Argentina)
Sandro Meira Ricci (Brasil)
Wilmar Roldán (Colômbia)

UEFA (10)

Felix Brych (Alemanha)
Cüneyt Çakır (Turquia)
Sergey Karasev (Rússia)
Björn Kuipers (Holanda)
Antonio Mateu Lahoz (Espanha)
Szymon Marciniak (Polônia)
Milorad Mažić (Sérvia)
Gianluca Rocchi (Itália)
Damir Skomina (Eslovênia)
Clémet Turpin (França)

(anaf.com)

Go to Top