Posts tagged Blog do JJ

Diego Alves e Magrão…

PELO BLOG DE JJ

Não existe no contrato de um jogador profissional uma cláusula que garanta a sua titularidade por todo o tempo, e que esse fique dispensado de ficar no banco de reservas.

O caso de Diego Alves, goleiro do Flamengo, que negou-se a viajar com o seu time para o Paraná por não concordar em ficar na reserva, é algo que deveria ser discutido de forma ampla.

Uma atitude equivocada e que mostra a cara do novo futebol quando atletas ficam bem maiores do que os clubes.

Além de confrontar o treinador, o atleta ficou mal perante Cesar que depois da su contusão assumiu a titularidade. Uma falta de respeito com um colega de profissão, que jamais reclamou por ter sido seu reserva por muito tempo.

A atitude da diretoria do rubro-negro foi correta ao afasta-lo do clube que é maior do que qualquer personagem.

Na último domingo quando tomamos conhecimento desse fato, nos lembramos do que tinha acontecido com o goleiro Magrão, do Sport, no ano de 2015 quando ficou afastado por uma grave contusão, e por conta disso perdeu o seu lugar para Danilo Fernandes mesmo após o seu retorno, e terminou o Brasileiro dessa temporada no banco de reservas.

Jamais abriu a boca para contestar a titularidade do seu substituto que fez um excelente campeonato. Um exemplo que mostra de forma clara dois caracteres distintos.

Por outro lado o comportamento de Diego Alves não é compatível com o seu tempo na primeira temporada no Valencia, quando em 2012 ficou na reserva de Guaita no Espanhol, e titular na Copa do Rei e na Liga Europa.

Nesse período não reclamou por conta do banco de reservas.

São coisas do futebol e de jogadores que pensam que são Deuses.

A passo de Tartaruga…

PELO BLOG DE JJ

Pernambuco é um dos estados do Brasil mais lentos na evolução do seu futebol. Nada acontece e as mesmices se repetem.

A situação é tão grave que só temos apenas um clube da primeira divisão local em plena atividade, o Sport, e assim mesmo rolando pela ladeira.

Os demais, inclusive Santa Cruz e Náutico estão hibernando em uma caverna profunda em uma das serras de nosso estado.

Numa conversa que tivemos com um dirigente de um dos clubes que disputam a Segunda Divisão estadual, tomamos conhecimento das precariedades dos estádios em que estão sendo realizados os seus jogos, sem a mínima condição de abriga-los, e com a ausência de torcedores.

Futebol profissional é algo sério, e requer uma gestão com visão do futuro. Nada mudou em nossos clubes e na Federação. Tudo continua como dantes a passo de uma tartaruga cansada no meio do caminho.

Não temos um bom trabalho de base, e para comprovar isso basta observarmos as escalas nos jogos. Quantas caras novas aparecem? Um esporte que não consegue promover novos talentos, tende a morrer de inanição. As suas necessidades são supridas quando contratam um avião de jogadores, e alguns de qualidade duvidosa.

Em todas as competições nacionais de categorias de base, nos últimos anos os nossos representantes foram eliminados de forma precoce. Algo certamente está errado.

Há pouco vimos um atleta do Sport ingressar no segundo tempo de um jogo, que nunca tinha atuado desde a sua contratação. Que tipo de futebol é esse, quando se contrata do nada para o nada?

Planejamento estratégico para os cartolas é um palavrão, e levam de roldão as bases de uma boa administração, refletindo no dia a dia das agremiações.

O futebol do interior vive de sonhos e constantes ilusões, enquanto a federação local é o próprio retrato do que não se pode fazer por esse esporte.

Que mal fez o futebol para ter dirigentes que o usam para ganhar status, e as benesses dos cargos, deixando de lado os princípios básicos para que foram eleitos?

Um dirigente esportivo precisa entender que o cargo é para o bem coletivo, e não a serviço de vaidades e interesses pessoais, inclusive com a politica nociva do nepotismo.

O esporte da chuteira no Brasil vai mal, mas o de nosso estado está no fundo do poço, sem perspectivas para os seus clubes, sem um projeto de perenização, e entra ano e sai ano, nada muda, nada se transforma e a mesmice continua de forma duradoura e com um triste contexto.

Se existem culpados para a estagnação do futebol de Pernambuco, são os clubes que se submetem a tudo que acontece, a sociedade esportiva alienada do processo, e uma imprensa que finge em seu conjunto que nada acontece e permite que esse continue em sua via-crúcis.

O resto é apenas conversa fiada.

Será que o futebol Paraibano é o único que tem manipulação de resultados ?

PELO BLOG DE JJ

O jornal Correio da Paraíba teve acesso ao relatório da Operação Cartola, que investigou o sistema de manipulação de resultados no futebol paraibano.

Nos documentos, transcrições de áudios mostram a clara escolha dos árbitros a serem escalados nos jogos do campeonato local.

O inquérito dessa Operação possui seis volumes, cada um, em média de 300 páginas.

O seu conteúdo revela que o futebol paraibano está afundado na corrupção. Dirigentes de clubes escalavam árbitros e manipulavam os resultados dos jogos.

Nos autos aos quais a reportagem teve acesso, constam os nomes de dirigentes de clubes, como Botafogo-PB, Souza, Treze e Campinense; membros da Federação Paraibana de Futebol e árbitros.

Os autos mostram transcrições das conversas que envolvem Amadeu Rodrigues, presidente da FPF, Marco Souto Maior Filho, conhecido como Marquito, advogado da entidade, Zezinho do Botafogo-PB, presidente do clube, Breno Morais, vice-presidente de futebol do Belo, e José Renato, então presidente da Comissão de Arbitragem.

A documentação será enviada para o Ministério Público Estadual.

Apenas uma pergunta: Será que o futebol paraibano é o único no Brasil que passa por um sistema corrupto de manipulação dos resultados?

mrelaxabuy ortho tri-cyclenarthritisbuy eye drops online

A reformulação do elenco do Sport…

POR JOSÉ JOAQUIM

Um atestado de incompetência foi assinado pelos cartolas do Sport, quando anunciaram que iriam soltar a cabra na Ilha do Retiro para comer os contratos de alguns atletas, e ao mesmo tempo iniciar uma reformulação no elenco.

Não existe nada mais atabalhoado do que isso.

Nem no Bloco dos Napoleões Retintos que sai do Sanatório Geral, um fato como esse iria acontecer.

Quem foi o responsável pelo planejamento do Velho Leão, que com poucos dias para o inicio do Nacional está começando tudo de novo?

Uma reprovação total de uma gestão que na verdade a cada dia que se passa fica insustentável de se manter.

Não existe a menor condição de acontecer uma evolução de um clube sem um planejamento no mínimo de médio prazo.

De forma açodada liberar sete atletas ao mesmo tempo é mais um detalhe do FEBEAPÁ que tomou conta da Ilha do Retiro.

Pelo que ouvimos falar, Carpa, está nessa relação, que é estranho, desde que o atleta foi indicado por Nelsinho Baptista.

O clube irá arcar com o ônus das rescisões, desde que todos tem contratos em vigor e com o direito de receber os seus salários até o final.

Quem irá pagar os prejuízos?

A direção do Sport tem as características de um macaco solto numa sala de louças.

Pobre Leão da Ilha, que com seus 113 anos de existência deveria ter um tratamento melhor.

NOTA 2- A DERROTA DA CIVILIZAÇÃO

* O Ministério Público da Bahia recomendou a utilização da torcida única nas duas partidas finais do estadual baiano.

Apenas aqueles torcedores dos times mandantes devem comparecer ao estádio nos Ba-Vis.

Em São Paulo os clássicos entre os grandes clubes também utilizam o mesmo sistema.

É sem duvida a derrota da civilização que está entregando os pontos para a bandidagem, e do nosso sistema de segurança que tornou-se incapaz de enfrentar aqueles que usam esse esporte para práticas malévolas.

Entre as justificativas citadas na recomendação, o MP da Bahia diz que ¨considerando na legislação pátria devem ser priorizadas em relação aos interesses particulares e econômicos¨.

Na verdade um equivoco.

Estão entregando o poder aos marginais, não acolhendo o direito de lazer da sociedade.

Uma regressão total, quando o lado mal consegue vencer o lado bom da população.

Enquanto isso, Cruzeiro e Atlético resolveram que nos dois jogos finais do estadual, as arquibancadas seriam divididas.

Na Bahia e São Paulo a civilização é derrotada, em Minas Gerais temos um exemplo bem latente de que não se deve sucumbir perante os bandidos.

Uma vergonha.

(Blog de JJ)

mrelaxabuy ortho tri-cyclenarthritisbuy eye drops online

Os Deuses do futebol fizeram de tudo para ajudar o Santa Cruz e não ajudaram o Náutico

Pelo Blog de JJ

Os Deuses do Futebol fizeram de tudo para ajudar o Santa Cruz mas não conseguiram.

Os resultados da rodada eram favoráveis ao time tricolor, mas esse está gostando da zona da degola e não quer deixa-la.

Na verdade a equipe coral desaprendeu a ganhar um jogo, mesmo atuando contra o time do Oeste com 10 jogadores no segundo tempo, e com tal situação ainda conseguiu marcar o seu segundo gol, quase complicando a vida do mandante, que empatou nos minutos finais.

Na verdade o Santa Cruz é um time desorganizado que corre atrás da bola, e que vai matar do coração os seus torcedores.

O placar de 2×2 foi justo pela garra do rubro-negro de São Paulo para mantê-lo com inferioridade numérica.

Mais um jogo do tricolor do Arruda sem vitória dentro de casa, e mantendo-se na mesma distância para o 16º colocado (5 pontos), o Guarani, enquanto diminuem os pontos a serem disputados.

O cavalo selado passou pela porta do Arruda, quando o Figueirense foi derrotado, Guarani e Luverdense empataram, abrindo as portas da esperança para o Santa Cruz, que por conta da sua incompetência não conseguiu monta-lo.

NOTA 2- OS DEUSES DO FUTEBOL NÃO AJUDAM O NAUTICO

* Achávamos que o empate seria o placar previsível para o jogo entre CRB e Náutico, por conta de suas performances.

A partida foi bem disputada e decidida pelos goleiros amigos, quando levaram dois frangaços, um para cada lado.

O do goleiro Jefferson do alvirrubro foi mais doloroso, quando o seu time estava à frente do marcador, e esse soltou a bola nos pés de Neto Baiano que empatou a partida, fechando o jogo em 2×2.

O primeiro gol do time visitante foi grotesco, com uma falha de Edson Kolin, goleiro do Colorado alagoano.

A partida foi melhor do que a do Santa Cruz, com muitas emoções, quando o CRB esteve por duas vezes atrás do marcador e conseguiu empatar.

Dois times com pouca qualidade técnica, mas que fizeram um jogo movimentado, com um resultado ruim para ambos.

A equipe pernambucana ficou com 5 pontos a menos do Guarani, que é o primeiro de fora da zona do rebaixamento, ficando a um passo de cair para a Série C Nacional.

Os Deuses do Futebol deram um sinal de que não irão ajuda-la.

NOTA 3- O CEARÁ FOI O VENCEDOR DA RODADA

* A 30ª rodada da Série B foi a responsável por algumas peladas.

Dos 10 jogos realizados seis terminaram empatados.

O único time do G4 que obteve uma vitória foi o Ceará, ao derrotar o forte Paraná pelo placar de 1×0, chegando aos 54 pontos ficando bem próximo do acesso.

O gol vencedor foi anotado no primeiro tempo, e o alvinegro cearense soube segura-lo até o final da partida. Os demais componentes do grupo de acesso empataram os seus jogos.

Foram dois resultados de 0x0, o mais chato do futebol.

O Internacional jogando em Varginha contra um time desgastado por conta da viagem de volta do jogo que foi realizado em Natal, não soube aproveitar e fez a sua pior partida da competição, mas deve ter saído satisfeito por não sofrer uma merecida derrota.

Outro encontro fraco foi o do vice-líder América-MG, que empatou em Pelotas com o Brasil (0x0).

Enquanto isso o time do Vila Nova surpreendeu a todos ao derrotar o Criciúma jogando na casa do adversário. O placar de 1×0 levou o time goiano ao 5º lugar, com dois pontos de diferença para o Paraná (4º).

Quem teve um bom resultado foi o Goiás ao derrotar o Juventude por 1×0, com um gol no segundo tempo. Com a vitória o alviverde goiano subiu para o 10º lugar, com 38 pontos, se afastando da zona perigosa.

Guarani e ABC fizeram uma boa pelada, que terminou com o placar de 1×1, deixando o Bugre na beira da zona da degola.

Em Londrina, o time do mesmo nome passou do ponto mágico para livrar-se de qualquer perigo de descenso, ao derrotar por 1×0 o frágil Figueirense que é um serio candidato a jogar a Série C de 2018.

O último jogo da rodada teve um resultado que afundou o Luverdense ao deixa-lo na zona perigosa, e foi bom para o Paysandu que ganhou mais um ponto e situou-se na 12ª colocação.

Na realidade a rodada foi excelente para Ceará, Vila Nova e Goiás.

mrelaxabuy ortho tri-cyclenarthritisbuy eye drops online

A autofagia alvirrubra…

PELO BLOG DE JJ

Ivan Brondi um cidadão acima de qualquer suspeita foi mais uma vítima da autofagia alvirrubra, ao renunciar na tarde de ontem a presidência do Náutico.

Aos poucos essa vai consumindo o que resta do clube, quando engole aqueles que sempre estiveram ao lado de sua história.

Como vice-presidente, Brondi ganhou um presente de grego, a dura responsabilidade de cumprir o restante do mandato da chapa que foi eleita, que duraria até dezembro de 2018, e cujo presidente tinha renunciado.

No seu período existiu pouco apoio para algo que necessitava de uma união, pelo contrário foi realizada uma eleição antecipada de forma açodada e grotesca, criando dois poderes paralelos.

O presidente de fato errou quando acatou, e deveria ter renunciado no momento entregando o cargo ao Conselho para que esse desse o destino conveniente.

Na verdade o Náutico é um clube com um futuro bem discutível.

Desagregado, com ausência dos antigos alvirrubros por conta dessa autofagia, e com alguma experiência que temos em gestão esportiva, podemos afirmar que dificilmente irá sair do buraco que se encontra.

Ivan Brondi não merecia o tratamento que recebeu, e será mais um que irá passar bem longe da Rosa e Silva, como muitos que estiveram trabalhando para o bem do Náutico.

Lamentável.

mrelaxabuy ortho tri-cyclenarthritisbuy eye drops online

O apito amigo ajudou o Náutico…

PELO BLOG DE JOSÉ JOAQUIM

O Londrina deixou escapar uma grande chance de voltar ao G4 da Série B Nacional. Teve como visitante o time misto do Paysandu, e não saiu do empate de 0x0, o sétimo como mandante.

Com esse resultado subiu para a 5ª posição, mas complicou-se na tentativa do acesso a Divisão Maior do Futebol Brasileiro.

Tanto Bahia, como o Náutico, tem um maior número de vitórias do que as do time paranaense, e ambos ainda irão jogar na 34ª rodada. Provisoriamente esse ficou empatado com o alvirrubro de Pernambuco, mas o critério técnico não permitiu que assumisse a quarta colocação.

Para o Londrina foi um tropeço, e terá que recupera-lo no próximo jogo que também será no Estádio do Café, mas contra o lider da competição, o Atlético-GO que luta pelo título. Se os dois concorrentes vencerem os seus jogos, a disputa ficará com menos um, desde que dificilmente esse irá chegar.

Dominou o jogo, perdeu muitos gols, bola na trave, e ainda teve um gol legitimo de Itamar anulado pelo apito amigo da Paraíba, Renan Roberto de Souza.

O Náutico agradeceu ao apitador do estado vizinho pela grande colaboração. As garfadas acontecem em todas as divisões.

Esse é o futebol da República de São Paulo.

NOTA 2- O TROCO DE PEP GUARDIOLA

* Ao assistirmos ontem o jogo entre o Manchester City x Barcelona, pela Liga dos Campeões da Europa, verificamos a diferença que existe entre o futebol brasileiro e o do Velho Continente.

Quem acompanhou América-MG x São Paulo, na última segunda-feira, e no outro dia presenciar uma partida como essa, sentiu que estamos no esgoto sanitário na comparação entre os dois centros.

A partida foi excelente, com um domínio do time espanhol até os 30 minutos do primeiro tempo, com o placar favorável de 1×0, gol de Messi.

A equipe inglesa após o gol do empate tomou conta da partida, e no segundo tempo virou o placar para 3×1, com Guardiola dando o troco pela derrota de 4×0 no Camp Nou, quando o seu time estava jogando bem, e teve um jogador expulso.

Um excelente jogo, com jogadores de alto nível, e mais uma vez com Neymar apagado no campo, e a ausência de Iniesta sendo sentida pela equipe catalã.

Pelo menos temos o futebol europeu para nos alegrar.

NOTA 3- O TRIANGULAR DO REBAIXAMENTO

* A disputa da última vaga do rebaixamento será com um triangular. Coritiba, Internacional e Vitória estarão na luta até o final da competição. Com relação ao Sport, as chances de queda são remotas, e entendemos que nem que a vaca tussa isso irá acontecer.

O matemático Tristão Garcia acredita que, para seguir na elite, um clube precisará de pelo menos 44 pontos, desde que os retardatários do Brasileirão seguem pontuando. Por uma coincidência trata-se de algo que já discutimos com nossos visitantes.

Embora os sites especializados coloquem o Vitória com 51% e o Internacional com 29% de chances para o rebaixamento, a situação do Colorado ficou mais complicada com o empate do Santa Cruz. Seria melhor uma derrota contra o Grêmio, e uma vitória para o time pernambucano.

O Coritiba tem 14% de possibilidades do descenso, e a sua situação é mais tranquila.

Os jogos do Internacional são mais complicados do que os do Vitória.

O primeiro joga contra o Palmeiras (F), Ponte Preta (C), Corinthians (F), Cruzeiro (C) e Fluminense (F). São três jogos como visitante, cujo percentual é de 20,86%. Se ganhar os dois jogos que terá como mandante, o Internacional irá precisar de uma vitória fora de casa.

O rubro-negro da Bahia terá três jogos no Barradão. Atlético-PR que é um péssimo visitante, Figueirense, já rebaixado e Palmeiras, na última rodada, como campeão. Santos e Coritiba serão fora, e são dois jogos com dificuldades da obtenção de vitórias, ou seja, necessita dos nove pontos em seu terreno para fugir da degola.

Os torcedores baianos contam com Marinho, que é um dos melhores atacantes da competição, e que retornou muito bem contra o Fluminense, inclusive marcando o gol do empate.

O triangular será bem interessante, com uma vantagem para o Coritiba, que tem três jogos como mandante, inclusive o confronto direto contra o Vitória. Esse necessita de seis pontos para escapar do carrasco, enquanto os outros dois precisam de mais.

Serão cinco rodadas de sofrimento para sua torcidas, e que o Sport não caia na tentação de jogar fora o que adquiriu nos seus dois últimos jogos.

NOTA 4- CAMPEÕES NACIONAIS NOS ÚLTIMOS 10 ANOS

* O Campeonato Brasileiro no período de 2006 a 2015 teve cinco clubes diferentes conquistando o título. Todos do eixo Rio-São-Paulo-Minas.

São Paulo(3), Fluminense (2), Corinthians (2), Cruzeiro (2) e Flamengo (1), foram os vencedores.

Se compararmos com os Campeonatos das maiores ligas europeias, com exceção da França que teve seis times conquistando o título, muito embora nos últimos quatro anos a competição tenha sido ganha pelo Paris Saint Germain, por conta de seus maiores recursos, os demais tem participações menores do que a nossa.

Quando se discute equilíbrio nas competições e dão o exemplo da Europa, estão cometendo um grande equívoco.

Na Alemanha só quatro clubes foram vencedores nesse período, e como aconteceu na França os últimos quatro campeonatos foram ganhos pelo Bayern de Munique.

Mais grave é o futebol Espanhol, com apenas três clubes. Real Madrid (3), Barcelona (6) e Atletico de Madrid (1). O mesmo se dá na Itália, com 4 titulos da Internazionale, 5 da Juventus e 1 do Milan. A Juventus desde a temporada de 2011/2012 é a vencedora do Campeonato Italiano, que na verdade perdeu a sua graça por ter se transformado de um único time.

No caso brasileiro pela tabela do Brasileirão, iremos ter mais um clube vencedor, o Palmeiras que há 22 anos não levanta o troféu, mas faz parte do eixo dominante.

Por outro lado, o futebol gaúcho não levanta o troféu por um longo tempo. O Grêmio há 20 anos, e o Internacional está completando 39, quase quatro décadas.

No Rio de Janeiro, o Botafogo está completando 21 anos e o Vasco, 16. Dos times de São Paulo o mais longevo é o Santos com 12 anos de jejum.

Na realidade o ideal é que houvesse uma melhor distribuição, mas as receitas de alguns clubes são tão diferenciadas que não permitem um estranho no ninho.

São coisas do futebol.

Online pharmacy is a ideal way to find a doctor in your area who treats such soundness conditions. Nowadays the assortment you can purchase in the Web is in reality great. Have a question about Cialis and http://corpmoreinfo.com? This website provides you with some useful info on the benefits of medicines and how they are researched. There are variant medicaments for male emasculation cure. Where you can get detailed data about viagra substitute? The advice is simple, but it can make all the difference if you need information about kamagra. High blood pressure can lead to erectile disfunction. Do not take more of Cialis or any other remedy than is recommended.

mrelaxabuy ortho tri-cyclenarthritisbuy eye drops online

Go to Top