Primeiro o dinheiro. Segundo o dinheiro. Terceiro, o dinheiro…

Antes que alguém questione meu texto imagine uma coisa que se chama gratidão!

Procuro ser muito justo nas minhas críticas futebolísticas.
Não sei chamar jogador RUIM de bom, não sei chamar jogador bom de RUIM!

Já critiquei jogador fraco que melhorou com o tempo. E quando melhorou fui o primeiro a falar das suas melhoras. Magrão quando chegou no Sport foi uma das coisas ruins que vi.

Ah! você não lembra?

Não lembra que depois de dois gols de falta sofridos pelo meia Djalma do Recife, do meio de campo, em plena Ilha do Retiro, Magrão acabou sendo vaiado, chamado de frangueiro, e foi parar no banco na final do estadual de 2006?

O então reserva, Gustavo foi o herói da noite ao defender o pênalti de Lecheva (Santa Cruz) e lavantou o título estadual depois da cobrança do volante Hamilton.

O tempo melhorou Magrão muito!

Quem não começou ruim e depois mostrou talento? Eu fui um deles como repórter.

Agora vou falar uma verdade que NUNCA PENSEI EM FALAR:

Declaração de Magrão no Instagram:

“Sou muito grato a… Sou muito grato a… Sou muito grato a… Blá blá blá”

Que declaração vergonhosa!
Se mandou na calada DA NOITE!
Botou o clube na Justiça sem dar satisfações a torcida!!

Não respeitou a diretoria que entrou em janeiro, e com a gestão anterior, FICOU CALADINHO sem receber por vários meses.

Com antiga gestão, que NADA CUMPRIU COM ELE nada fez.

Sinceramente, estou com vergonha de você Magrão!

Procurar seus direitos você tem toda razão. Já fiz isso com algumas empresas. Agora, cuspir no prato que comeu por vários anos em dia foi demais.


Nem jogo de despedida teve, com OLHO GRANDE no dinheiro, e falta de transparência com a nova gestão do clube. 
Se omitiu a temporada inteira com a diretoria que não o pagou.

Saiu como um covarde com uma diretoria que teve boas intenções de lhe pagar.

Correu sem pensar na torcida que o adorava. Nada falou, nem pensou na sua história no clube. Nem se tocou que estava velho e em fim de carreira. Nem se tocou que levou vários frangos antes de ser reserva.

Não pensou na responsabilidade que tinha no clube. Pensou só no dinheiro e foda-se o resto!

Vai receber tudo que o clube lhe deve, depois de um acordo já resolvido, em varias parcelas de 44 mil reais.

Ok. Magrão!

Que saída fedorenta!
Sem despedida.
Queimado e sem respeito!

Saiu rico do clube que o sustentou, e quando o clube passou necessidades financeiras, ele não pensou duas vezes. Nem no clube, nem na torcida.

Era esse o cidadão que teria uma estátua no clube.

Para finalizar meu boa noite para o ex atacante do clube, Leonardo! (Em memoria).

Me disse Leonardo um dia após boas risadas na Ilha do Retiro . “Devo a minha vida ao Sport