Sem espaço no time titular após a chegada de Kayke, o atacante Hernane não deve permanecer no Bahia. O “Brocador” começou 2018 da mesma forma que terminou 2017: Contestado.

Até o momento, entrou em campo apenas nas duas primeiras partidas do tricolor na temporada, contra Botafogo-PB (reserva, entrou no 2º tempo) e Bahia de Feira (titular, saiu no intervalo). Dos 5 jogos, 450 minutos (fora acréscimos), entrou em campo apenas 121.

Nos três últimos jogos, não foi utilizado (Jacuipense, Flu de Feira e Altos-PI) e sua saída parece questão de tempo. No seu único jogo como titular, na derrota para o Bahia de Feira por 1 a 0, saiu de campo vaiado e não jogou mais e sequer foi relacionado pelo técnico Guto Ferreira que trabalhou com ele no Mogi Mirim e no próprio Bahia em 2016/2017.

Com um dos maiores salários do elenco, o Bahia não vai dificultar uma possível negociação. Interessados não faltam e o mais novo cotado é o Fluminense. Com a provável perda do centroavante Henrique Dourado para o Flamengo, o clube carioca fez uma sondagem para levar o “Brocador”, que despontou justamente no Flamengo ao ganhar o prêmio artilheiro do Brasil em 2013.

Em 2017, o atacante passou quase toda a temporada no departamento médico. Após se lesionar no BAVI, só retornou no final na Série A e ainda assim pouco entrou em campo. No total, foram apenas 22 jogos e 7 gols. Seu melhor momento foi em 2016, quando jogou 46 jogos e marcou 21 gols, sendo importante na campanha de acesso.

(futebolbahiano.org)

mrelaxabuy ortho tri-cyclenarthritisbuy eye drops online