Por: Alexandre Ricardo/CoralNET

Muitos clubes da Série C, principalmente os que chegaram até as quartas de final da competição, estão emprestando jogadores com contrato para desafogar a folha salarial nestes meses de inatividade. É o caso, por exemplo, do Náutico, que negociou alguns atletas para clubes das Séries A e B.

Resultado de imagem para ESCUDO SANTA CRUZ

Porém, a prática não será utilizada no Santa Cruz. Com a ideia de antecipar o início da pré-temporada para a segunda quinzena de novembro, o objetivo do Mais Querido é ter boa parte do plantel à disposição na apresentação. Depois da Série A, foi a vez da Série B ter as inscrições encerradas no início desta semana, impossibilitando prováveis transferências.

Sendo assim, os únicos destinos seriam os clubes que disputam campeonatos regionais, como é o caso da Copa Paulista, que dá uma vaga para a Série D do futebol brasileiro e outra para a Copa do Brasil, ficando a critério do campeão escolher a melhor opção, restando ao vice a outra alternativa.

A tendência de não realizar empréstimos devem valer também para os atletas que não foram inscritos na Série C e disputaram o Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Com idades entre 21 e 24 anos, nomes como o lateral-direito Augusto Potiguar, o volante Caetano e o meia Willams Luz aguardam a data para se juntarem ao elenco principal.

Outros, com idade para a equipe Sub-20, disputam o Campeonato Pernambucano da categoria, que se encontra na segunda fase. São exemplos o lateral Warley, o zagueiro Matheus Vitor, além dos atacantes Elias e Paulo Victor.

O único que deve integrar o elenco coral para 2019 e foi emprestado é o atacante Sillas, que foi contratado para o Brasileirão de Aspirantes mas não chegou a acertar a parte burocrática. O jogador de 23 anos foi emprestado ao Perilima/PB, que disputa a Segunda Divisão do Estadual. Inclusive, Sillas marcou um dos gols na vitória por 3×0 da equipe paraibana, num amistoso realizada no último fim de semana.