Por: Alexandre Ricardo/CoralNET

O último dia de preparação para o jogo contra a Juazeirense/BA, pela 8ª rodada da Série C, foi de treino fechado para o elenco coral.

Resultado de imagem para coletiva roberto fernandes santa cruz

A imprensa só teve acesso ao tradicional rachão antes da movimentação tática, sem confirmação de time titular para a partida deste sábado(2), no Estádio do Arruda.

Em coletiva de imprensa, antes da atividade, o técnico Roberto Fernandes respondeu algumas perguntas que deram indícios dos atletas escolhidos para a formação inicial. De certo mesmo, é a ausência de Halef Pitbull, que apresentou um quadro de conjuntivite e está vetado. A outra mudança em relação ao time que empatou com o Confiança/SE é a saída de Henrique Ávila, segundo o treinador coral.

O time está praticamente definido. Tenho uma dúvida, que vamos avaliar no treino. Não vai fugir muito do que aconteceu na rodada passada. Agora, vamos abrir mão da segunda linha de marcação, acionando um jogador com característica mais ofensiva. A entrada do Arthur Rezende é uma opção, mas ainda vamos testar “, disse Roberto.

A possibilidade de utilizar Maílton foi descartada, com o comandante tricolor argumentando que é uma opção para o decorrer do jogo. Sendo assim, Arthur Rezende e Jeremias disputam uma vaga no meio, já que Fabinho Alves ainda tenta encontrar a melhor física depois do tempo parado com conjuntivite.

O provável Santa Cruz vem com Tiago Machowski; Vítor, Sandoval, Augusto Silva e Allan Vieira; Charles, Carlinhos Paraíba e Arthur Rezende (Jeremias); Valdeir, Robinho e Augusto.

Apesar das críticas sobre (Halef) Pitbull principalmente com o gol perdido, quem me conhece sabe que eu gosto de usar um camisa 9 jogando em casa. Outro cara que poderia fazer também está fora, que é o Hericles. Por uma necessidade, o Augusto tem um perfil que se aproxima. Vai haver uma movimentação. Da mesma forma que Augusto pode fazer, Hericles fez e foram buscadas alternativas. É mais por necessidade, questões médicas “, explicou.

ESTREIA
Não sei dizer quantas vezes estive aqui como adversário. Mas minha expectativa é a melhor possível para minha estreia no Arruda, pois a receptividade tem sido boa nas ruas, entre os torcedores. Mas futebol é resultado e sabemos que precisamos vencer para ir acolhendo essa confiança no trabalho “.

REFORÇO
Uma das posições mais traiçoeiras é a de camisa 9. Às vezes o cara está em baixa e de repente começa a fazer gol. Digo que estamos procurando no mercado, mas tudo passa por uma busca criteriosa. Surgem os nomes e tentamos chegar a um consenso, eu com o presidente e a diretoria de futebol. A primeira coisa que se levanta é a capacidade do jogador e a do clube em trazê-lo. O que converge mais próximo da realidade, alinhamos a contratação “.

DIFICULDADES
Precisamos ter dois detalhes fundamentais para esse jogo em casa. Primeiro a concentração de executar aquilo que foi treinado. E depois é estar num começo de noite feliz, acertando as finalizações. Não adianta criar dez situações e não fazer, se o adversário chegar duas vezes e converter “.

Santa Cruz x Juazeirense será neste Sábado(2) as 18h no Arruda.