Pelo Blog de JJ

Os Deuses do Futebol fizeram de tudo para ajudar o Santa Cruz mas não conseguiram.

Os resultados da rodada eram favoráveis ao time tricolor, mas esse está gostando da zona da degola e não quer deixa-la.

Na verdade a equipe coral desaprendeu a ganhar um jogo, mesmo atuando contra o time do Oeste com 10 jogadores no segundo tempo, e com tal situação ainda conseguiu marcar o seu segundo gol, quase complicando a vida do mandante, que empatou nos minutos finais.

Na verdade o Santa Cruz é um time desorganizado que corre atrás da bola, e que vai matar do coração os seus torcedores.

O placar de 2×2 foi justo pela garra do rubro-negro de São Paulo para mantê-lo com inferioridade numérica.

Mais um jogo do tricolor do Arruda sem vitória dentro de casa, e mantendo-se na mesma distância para o 16º colocado (5 pontos), o Guarani, enquanto diminuem os pontos a serem disputados.

O cavalo selado passou pela porta do Arruda, quando o Figueirense foi derrotado, Guarani e Luverdense empataram, abrindo as portas da esperança para o Santa Cruz, que por conta da sua incompetência não conseguiu monta-lo.

NOTA 2- OS DEUSES DO FUTEBOL NÃO AJUDAM O NAUTICO

* Achávamos que o empate seria o placar previsível para o jogo entre CRB e Náutico, por conta de suas performances.

A partida foi bem disputada e decidida pelos goleiros amigos, quando levaram dois frangaços, um para cada lado.

O do goleiro Jefferson do alvirrubro foi mais doloroso, quando o seu time estava à frente do marcador, e esse soltou a bola nos pés de Neto Baiano que empatou a partida, fechando o jogo em 2×2.

O primeiro gol do time visitante foi grotesco, com uma falha de Edson Kolin, goleiro do Colorado alagoano.

A partida foi melhor do que a do Santa Cruz, com muitas emoções, quando o CRB esteve por duas vezes atrás do marcador e conseguiu empatar.

Dois times com pouca qualidade técnica, mas que fizeram um jogo movimentado, com um resultado ruim para ambos.

A equipe pernambucana ficou com 5 pontos a menos do Guarani, que é o primeiro de fora da zona do rebaixamento, ficando a um passo de cair para a Série C Nacional.

Os Deuses do Futebol deram um sinal de que não irão ajuda-la.

NOTA 3- O CEARÁ FOI O VENCEDOR DA RODADA

* A 30ª rodada da Série B foi a responsável por algumas peladas.

Dos 10 jogos realizados seis terminaram empatados.

O único time do G4 que obteve uma vitória foi o Ceará, ao derrotar o forte Paraná pelo placar de 1×0, chegando aos 54 pontos ficando bem próximo do acesso.

O gol vencedor foi anotado no primeiro tempo, e o alvinegro cearense soube segura-lo até o final da partida. Os demais componentes do grupo de acesso empataram os seus jogos.

Foram dois resultados de 0x0, o mais chato do futebol.

O Internacional jogando em Varginha contra um time desgastado por conta da viagem de volta do jogo que foi realizado em Natal, não soube aproveitar e fez a sua pior partida da competição, mas deve ter saído satisfeito por não sofrer uma merecida derrota.

Outro encontro fraco foi o do vice-líder América-MG, que empatou em Pelotas com o Brasil (0x0).

Enquanto isso o time do Vila Nova surpreendeu a todos ao derrotar o Criciúma jogando na casa do adversário. O placar de 1×0 levou o time goiano ao 5º lugar, com dois pontos de diferença para o Paraná (4º).

Quem teve um bom resultado foi o Goiás ao derrotar o Juventude por 1×0, com um gol no segundo tempo. Com a vitória o alviverde goiano subiu para o 10º lugar, com 38 pontos, se afastando da zona perigosa.

Guarani e ABC fizeram uma boa pelada, que terminou com o placar de 1×1, deixando o Bugre na beira da zona da degola.

Em Londrina, o time do mesmo nome passou do ponto mágico para livrar-se de qualquer perigo de descenso, ao derrotar por 1×0 o frágil Figueirense que é um serio candidato a jogar a Série C de 2018.

O último jogo da rodada teve um resultado que afundou o Luverdense ao deixa-lo na zona perigosa, e foi bom para o Paysandu que ganhou mais um ponto e situou-se na 12ª colocação.

Na realidade a rodada foi excelente para Ceará, Vila Nova e Goiás.