Não é que apareceu um treinador pior que Falcão?

O obvio no futebol é que um técnico tenha uma esquema de jogo e suas convicções de escalação. Ele pode até não ter boas peças, bons jogadores, mas esquema e estratégia de jogo é obrigação ter.

O que vimos ontem em Salvador na final da Copa do Nordeste foi a pedra mais cantada do futebol. O Bahia sobrando com um esquema tático bem definido, e um Sport totalmente entregue a sorte, e a Magrão.

Com dois meses a frente do Sport Ney Franco conseguiu desarrumar o pouco que tinha na Ilha do Retiro. O que falar de um treinador que em 12 partidas consegue apenas uma vitória, e em 11 o time joga mal?

Senhoras e senhores, após analisar friamente qual foi o esquema tático de Ney Franco cheguei a conclusão que o esquema tem nome: São Magrão. A desculpa (Entrevista) de Ney Franco após a derrota em Salvador foi uma das mais ridículas e gozadoras que vi no futebol.

Ney Franco teve a coragem de ser humorista na entrevista ao falar que seus números foram bons.

O Sport contra o Bahia foi o mesmo time, treinador e “Esquema tático” que levou um vareio de bola do fraco Danúbio pela Sul-Americana perdendo por 3×0 com vaga para seis. O Sport que decidiu a Copa do Nordeste foi o mesmo que levou um vareio de bola do Campinense em Campina Grande e graças a Magrão se classificou na Ilha do Retiro. O Sport de Ney Franco foi o mesmo que na Ilha do Retiro venceu o Náutico em 2 minutos com Juninho fazendo milagre.

O Sport de Ney Franco foi o pior e mais desarrumado Sport dos últimos 20 anos.

Enfim, Ney Franco deixa o Recife apenas com um título, o de pior treinador dos últimos tempos. Superou até Falcão.

Não deixemos de falar também sobre a diretoria de futebol do Sport. Ela também tem grande parcela de culpa nesses meses perdidos de 2017. Diretoria de futebol tem que detectar problemas e resolvê-los. Nada justifica que a diretoria do Sport não tenha demitido Ney Franco após sua declaração ridícula após o empate contra o Bahia na Ilha do Retiro.

Isso mesmo, lá na Ilha após levar um vareio de bola do Bahia no 2º tempo, Ney disse: “Ainda bem que vamos decidir fora de casa, sem a pressão da torcida”.

Faltou diretoria nessa hora.

O Sport só chegou nas duas finais graças a Magrão. É Obvia a pergunta que vou fazer;

Será que a direção de futebol do Sport não estava vendo que mesmo entrando e saindo jogadores, fazendo revezamentos, o Sport não tinha organização dentro de campo?

O Sport tem muita sorte minha gente. Foi vice campeão do Nordeste sem ter levado duas goleadas, na Ilha e em Salvador.

O esquema tático de Ney Franco tem nome “São Magrão”.

Se não fosse Magrão, o Sport nem teria chegado onde chegou nessa temporada.