A Fifa publicou nesta segunda-feira os dossiês das duas aspirantes a sede da Copa do Mundo de 2026: Marrocos enfrentará a candidatura conjunta de Estados Unidos, Canadá e México.

Festa de encerramento da Copa do Mundo 1994, no jogo entre Brasil e Itália, no Estádio Rose Bowl, em Los Angeles

Estádio Rose Bowl, nos EUA foi sede da final de 1994 (Nelson Coelho/VEJA)

A escolha vai ser revelada no dia 13 de junho, véspera do início do Mundial da Rússia-2018. As 211 federações afiliadas à entidade terão direito a voto, que será aberto ao público. Essa será a primeira Copa com 48 seleções participantes.

Marrocos tenta organizar a competição pela quinta vez e prevê o uso de 12 estádios. Cinco já estão construídos e serão modernizados, e outros três ultramodernos estão projetados. O dossiê de Estados Unidos-Canadá-México se apoia em 23 cidades-sede pré selecionadas, das quais são quatro mexicanas, três canadenses e 16 americanas. Destas, serão definidas 16 cidades-sede definitivas, com estádios de capacidade média de 68.000 lugares “já construídos e operativos”.

Uma comissão de avaliação da Fifa composta por cinco pessoas vai analisar “in loco” as candidaturas, com autoridade de descartar automaticamente qualquer uma delas em caso de insuficiência.

(Placar.com)