Prezado Wellington,
Agradeço antecipadamente a publicação do meu texto. FELIZ ANO NOVO e que DEUS O ABENÇOE!

COLEÇÃO DE ERROS: 2018 nem começou…

Seguem os absurdos cometidos:

1 – Acúmulo da vice de futebol pelo Presidente, em detrimento a Sportanos que entendem do riscado, tais como M. Bivar e Homero, porém o apego a cargos e ao poder e medo de perder o comando fez com que esse incompetente acumulasse o cargo supracitado;

2 – Já que a diretoria de futebol não teve a ombridade de entregar seus cargos no momento que seu vice entregou, fato que ética explicitamente exigiria, que o presidente dissolvesse toda diretoria e nomeasse novos diretores ouvindo rubro negros de serviços prestados ao clube, a torcida, os sócios, etc;

3 – Manter o nepotismo discarado dentro do clube e ainda por cima, aumentando os poderes do próprio filho, o tirando do jurídico, o colocando no futebol e ver o mesmo falando pelo futebol do clube e encabeçando negociações pontuais com jogadores fundamentais. Isso é o cúmulo da vaidade, da arrogância, da incoerência, da incompetência e da perda de vergonha na cara;

4 – Abrir mão da COPA DO NE e de seus dividendos. Atitude precipitada e inexplicável;

5 – Manter o boneco de ventríloquo Alexandre Faria, que não passa de um tarefeiro incompetente, com Ney Pandolfo dando sopa;

6 – Demonstrar intenção em renovar com Durval e a valores absurdos. Na contramão de tudo, pois Durval está pleno declínio e o Sport está num estado financeiro crítico. Existem outras formas de demonstrar gratidão e homenagear nossos ídolos sem que o clube seja penalizado duplamente, mantendo jogador em declínio e a valores exorbitantes;

7 – Aceitar a bucha de canhão Léo Ortiz na negociação de Ritchely;

8 – Deveria se entregar o grupo a Nelsinho já com nomes elencados pela diretoria que não iriam permanecer e que Nelsinho não poderia contar. Tomás, M. Ferraz, entre outros, não deveriam estar disponíveis ao treinador, pois se corre o risco de Nelsinho querer aproveitar essas lebréias;

9 – As velhas, repetitivas e enfadadas inércia e morosidade na reformulação do elenco;

10 – A falta de transparência absurda no que concerne a TUDO que se remete ao futebol e as finanças dentro do clube.

Poderia me estender mais e apontar outros erros, mas considero esse supracitados pecados capitais…QUE O SPORT CONSIGA RESISTIR A ESSES ARROGANTES!

PST!

Felipe Rodrigues – fanrodrigues@uol.com.br

mrelaxabuy ortho tri-cyclenarthritisbuy eye drops online