A passagem de Gilberto pelo São Paulo deve acabar mesmo no fim do ano. O centroavante cumprirá seu contrato até 31 de dezembro e depois ficará livre para assinar com outro clube.

O empresário do jogador, Sandro Zardo, já comunicou a decisão à diretoria tricolor.

Provavelmente ele não continua no São Paulo a partir de janeiro”, afirmou o agente ao canal Fox Sports.

Na última terça-feira, conforme apurou a Gazeta Esportiva, houve uma reunião entre Gilberto, seu empresário e dirigentes tricolores no CCT da Barra Funda, onde nem sequer foram discutidos valores de salários nem tempo de contrato de uma eventual renovação.

A negativa em permanecer no clube do Morumbi se deve à falta de perspectiva no time titular de Dorival Júnior, que prefere a Lucas Pratto.

No entanto, em razão da suspensão do argentino para o próximo jogo, Gilberto provavelmente começará entre os titulares no duelo com o Avaí, neste domingo, na Ressacada, pela 21ª rodada do Campeonato Brasileiro.

No São Paulo desde julho do ano passado, o atleta nascido em Piranhas, no estado de Alagoas, chegou de graça após rescindir contrato com o Chicago Fire, dos Estados Unidos. Em 2016, ele sofreu com problemas físicos e marcou apenas dois gols com a camisa tricolor, ambos anotados já na reta final da temporada, quando o time não brigava por mais nada.

Em 2017, porém, o atacante finalmente se destacou, sobretudo no começo da temporada, sob o comando de Rogério Ceni. Empatado com o concorrente Pratto, Gilberto é o artilheiro do time no ano, com 12 gols, em 28 partidas. Ele ainda soma cinco assistências, contra três do colega argentino, que já disputou 33 jogos pelo São Paulo.

(GazetaEsportiva)