BRONCA!! – Empresa quer tirar Argentina da Copa após cancelamento de amistoso

O cancelamento do amistoso entre Israel e Argentina segue dando o que falar. Segundo a rede de TV “TyC Sports, a Comtec, empresa responsável pela organização da partida, vai pedir a suspensão da seleção sul-americana da Copa do Mundo, alegando “discriminação religiosa”.

Palestinos fizeram protestos, na última terça, pedindo o cancelamento do amistoso (Foto: Reprodução TyC Sports)© Fornecido por Areté Editorial S/A Palestinos fizeram protestos, na última terça, pedindo o cancelamento do amistoso

 

De acordo com o jornal “Clarín”, a Argentina recebeu 2 milhões de dólares (R$ 7,6 milhões) para disputar o jogo contra Israel. A Comtec pede o ressarcimento do valor investido, mas a AFA negocia com os israelenses uma nova data para a realização do amistoso após o Mundial, provavelmente para novembro. A entidade teme levar prejuízo financeiro por conta do cancelamento da partida.

A partida seria realizada no próximo sábado, mas foi cancelada por conta de muitos protestos por questões políticas, o que fizeram os jogadores da seleção se reunirem com Claudio Tapia, presidente da Associação de Futebol da Argentina (AFA), e informarem que não gostariam de disputar o jogo. O motivo seria o medo de conflitos em campo e ao redor do estádio, em Jerusalém.

Em nota à imprensa, a Comtec externou sua insatisfação com o cancelamento do amistoso. A companhia exige que os hermanos não cedam ao que eles chamam de terrorismo.

Há uma forte e estreita ligação entre Israel e Argentina, que já foi testada no passado. Não se pode permitir que o terrorismo possa determinar a agenda global. Hoje é o cancelamento de um jogo em Israel, amanhã será o de um evento significativo na Argentina. Não devemos desistir. O cancelamento é um golpe sério para quem acredita que o desporto pode realmente unir pessoas e povos. Isso é um sinal claro de rendição ao terror e apenas uma distração.

Antes do cancelamento, a Associação de Futebol da Palestina protestou contra a realização do amistoso, por acreditar que o jogo seria uma afronta ao país, por ele ocorrer em uma cidade anexada ao território de Israel.

MSN.COM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Go to Top