PELO BLOG DE JJ

Os 113 anos do Velho Leão da Ilha não estão sendo respeitados. Virou saco de pancadas no Brasileirinho.

Quatro rodadas nos jogos pós Copa, quatro derrotas, ou seja zero ponto nesse período.

Obvio que para aqueles que acompanham a vida do Sport, a goleada de 4×1 dada pelo Flamengo na tarde de ontem não foi novidade, desde que as diferenças técnicas entre os dois clubes tem a distancia que vai do planeta Marte ao planeta Terra.

Na verdade o rubro-negro de Pernambuco está atravessando um dos seus piores momentos, graças a uma gestão atabalhoada que está levando-o ao fundo do poço.

Não existem perspectivas de melhoras no futuro próximo, desde que os seus graves problemas financeiros não permitem que sejam feitas contratações de qualidade.

O time da Gávea foi dono do jogo, abriu o placar através de uma lambança coletiva da defesa do adversário. Deixou por bondade o Sport empatar, e com 5 minutos do segundo tempo o placar já estava 3×1, sendo aumentado com mais um gol.

A defesa do Sport do goleiro ao lateral esquerdo fizeram de tudo para a vitória do Urubu. O meio de campo não fez nada, e o ataque continua cardíaco.

As substituições foram do nada para o nada.

Entrou um jogador chamado Ferreira que não conhecíamos.

Procuramos saber a sua origem e fomos informados que já estava no clube por um bom tempo e que tinha vindo do São Bernardo-SP.

Quem contrata na Ilha do Retiro pode entender de outra coisa, menos de futebol. Mais uma vez Carlos Henrique entra no segundo tempo, e não faz nada senão trombar com a defesa adversária.

Não adianta chorar pois a realidade é essa, e o torcedor rubro-negro vai ter que rezar até o final da competição para que o time não seja degolado.

Serão duas vagas que estarão abertas para recebe-lo, desde que dificilmente o Paraná e o Ceará escaparão do fogo do inferno.

Como o blog tinha previsto na postagem de ontem, a tarde foi de sofrência para os torcedores rubro-negros.

Pobre Leão da Ilha, não merece o tratamento que está recebendo.