Santa Cruz

SANTA: Oliveira Canindé “Já estão nos vendo pelo retrovisor”

Restando apenas seis jogos para a Série B ser finalizada, o Santa Cruz encara na próxima rodada o América/RN, na Arena Pernambuco. O treinador terá a oportunidade de atuar contra seu ex-clube, o último antes de acertar com o Mais Querido.

Em relação ao encontro, ele mostrou muita tranquilidade e falou bem e mal de alguns profissionais do adversário. Para ele, o tricolor não pode deixar o ritmo cair e, desta forma, sair vitorioso novamente.

Vai ser um jogo difícil, pois eles estão numa situação delicada. Torço por eles e quero muito bem aos atletas. Muitos trabalharam para me tirar do ex-clube e isso atrapalhou o grupo. Fico triste, pois não queria eles nessa situação. Gostaria que o América/RN estivesse brigando para entrar no G4. Independente de quem esteja por lá, precisamos mostrar nossa força aqui dentro“, assegurou.

O treinador coral analisou o momento positivo e voltou a exaltar a aplicação dos jogadores dentro de campo. Ele alertou sobre os adversários que estão acima, lembrando que todos começaram a olhar para o Mais Querido nesta reta final.

Sabemos que seria possível chegar. Com muita aplicação, lutamos e passamos a acreditar. Estamos chegando lá em cima e os adversários já estão olhando pelo retrovisor. Espero que o time continue crescendo, pois o que era impossível se tornou possível“, declarou.

(Informações CoralNet)

SANTA: Oliveira Canindé esconde escalação

O técnico Oliveira Canindé não comandou o último treino tricolor antes de encarar o Vila Nova/GO, pela rodada atrasada da Série B.

O comandante teve o voo de Salvador para Recife cancelado e não teve como marcar presença. No final da tarde, quando chegou ao José do Rêgo Maciel, Canindé comentou sobre ausência e acha que não terá problemas para a partida.

Não tem muita coisa para trabalhar. Nós faríamos o recreativo da mesma maneira. A única mudança que poderá acontecer, eu não vou anunciar agora. Nós estamos em uma competição muito longa e apertada. É jogo em cima de jogo. É difícil encontrar tempo vago para trabalhar”, comentou o treinador.

POSTURA:

Com invencibilidades para serem batidas tanto na Arena Pernambuco, quanto na Série B, deixam o torcedor com o pensamento ainda mais motivo na busca pelo acesso. Mas para não perder o foco, Canindé espera uma partida com muitas dificuldades diante de um Vila Nova que quer escapar do rebaixamento.

O Vila Nova vai querer desesperadamente sair daquela zona. E nós queremos chegar no G4. Vamos brigar por isso. É jogo a jogo. O jogo da nossa vida será agora contra o Vila Nova. Estamos cientes da situação deles, mas o nível é muito bom. E já mostrou isso nas partidas que faz. É um adversário complicado e sabe jogar fora de casa. Não podemos achar que será fácil”, disse o treinador tricolor.

RETA FINAL:

Faltam sete jogos para o Santa Cruz encerra sua participação na Série B 2014. Buscando o acesso, o tricolor tem crescido gradativamente nessa reta final de competição e Oliveira Canindé quer que a equipe continua com o espírito de guerreiros incorporado desde a sua chegada.

É o espírito de guerreiros que precisa permanecer. Nós vamos ter que ser bem mais competitivos do que fomos até aqui. Vai exigir muito de nós esse momento. Dependemos praticamente das nossas forças. Se a gente vencer terça, vamos dar um passo largo em busca do G4. Eu espero que a gente possa aproveitar da melhor maneira possível essa competitividade”, afirmou.

ARENA:

São cinco jogos dentro do estádio construído para a Copa do Mundo. Quatro vitórias e um empate. Mesmo longe do Arruda, torcedores e jogadores têm comentado positivamente para o bom desempenho coral dentro da Arena Pernambuco. Segundo Canindé, a torcida jogando com o time é um ânimo a mais para os jogadores.

A minha preocupação é sempre colocar o time certo. Isso faz com que o torcedor jogue junto com a gente. A Arena é fora de série. Nós seremos muito fortes e vamos brigar por aquilo que é possível. E com o nosso torcedor a gente é mais ainda”, pontuou.

(Informações do CoralNet)

SANTA: Oliveira Canindé muda de idéia e convoca Natan para partida contra o Ceará

O meia Renatinho estava relacionado para a partida, mas na manhã desta quinta-feira (23) não treinou com o grupo coral. Ele sentiu dores no púbis e foi vetado pelo Departamento Médico. Sobre o problema, que o deixou fora do recreativo e consequentemente do último trabalho, o médico do clube revelou que o prata da casa já vinha reclamando da lesão.

Mesmo assim, o armador tricolor estava atuando no sacrifício e quanto ao tempo de recuperação, o DM afirmou que dependerá apenas do atleta.

Renatinho estava sentido dores há vários meses. Com isso, ele precisa ficar parado para melhorar. Nas últimas partidas, o meia sentiu novamente as dores e jogou no sacrifício. A volta depende da recuperação dele. Só terá uma melhora com o passar do tempo”, argumentou o médico José Carlos Cordeiro.

A comissão técnica não perdeu tempo e decidiu logo em seguida o seu substituto para compor o banco de reservas. O meia Natan, liberado para o seu casamento no treino de ontem à tarde, participou normalmente do rachão desta quinta-feira (23) e será relacionado para a partida contra o Ceará/CE.

O técnico Oliveira Canindé havia dito que o cria da base não estava nas condições físicas ideais. Apesar do empecilho, ele viajará com o grupo tricolor para Fortaleza.

A última partida dele foi no dia 7 de outubro contra o Joinville/SC, em Santa Catarina. Naquele jogo, as equipes ficaram no empate em 1 x 1e o armador tricolor recebeu o terceiro cartão amarelo, por conta das trocas das camisas na súmula do confronto. De lá pra cá, ele ficou de fora das últimas três partidas – contra a Ponte Preta/SP, o Bragantino/SP e o Vasco da Gama/RJ, respectivamente -, as causas foram a suspensão e o cansaço muscular.

(Informações da CoralNet)

SANTA: Oliveira Canindé “Não vamos contar com Natan para a partida diante do Ceará”

O meia não apareceu no treino desta tarde. Mas dessa vez não foi por causa de nenhum tipo de lesão. Natan foi liberado pela diretoria coral para se casar no civil. Oliveira Canindé comentou sobre a liberação do atleta.

Natan não está relacionado. Infelizmente ele sentiu novamente nos últimos jogos. É complicado a situação do atleta. Eu prefiro contar com alguém que tenha sempre condições. É um jogador que enche os olhos de qualquer treinador. Gostaria muito que ele pudesse ajudar. Mas eu prefiro ter como opção um jogador que eu tenha certeza que poderá entrar em corresponder fisicamente. Conversei com o Departamento Médico e falaram que Natan não estava bem”, afirmou o treinador.

Desde a partida diante do Bragantino, onde não jogou devido ao terceiro cartão amarelo. Natan sentiu um cansaço muscular e só participou de um trabalho com bola, na quarta-feira (21). Canindé afirmou que um dos motivos pelo corte do atleta foi o tempo curto de preparação.

Há um bom tempo que Natan não treina. Essa foi a primeira vez na semana. Então é complicado. Estava com um cansaço muscular. Eu faço a lista dos relacionados no início da semana e mudo pouco. Espero que ele possa se casar, voltar e feliz e com condições de ajudar o clube”, disse.

(Informações CoralNet)

SANTA: Diretoria promete R$ 2,5 Milhões para grupo em caso de acesso

Os jogadores do Santa Cruz podem ganhar um incentivo a mais na busca do tão sonhado acesso na Série B do Campeonato Brasileiro. Se os atletas corais conseguirem subir de divisão no fim do ano, a direção coral promete uma premiação de mais de R$ 2,5 milhões. Atualmente o Tricolor é o 11º colocado com 45 pontos, a sete do G4, mas com um jogo a menos.

Com o acesso teremos um aumento de receita, então podemos prometer uma premiação de um pouco mais de 2,5 milhões para os jogadores”, disse o diretor de futebol Constantino Júnior ao Blog do Torcedor.

Com relação aos salários atrasados, o dirigente voltou a não dar prazo para o pagamento. Argumentou que a definição de uma data pode gerar uma expectativa desnecessária entre os jogadores. “Estamos buscando recursos, mas não posso dizer uma data. Entendo que a imprensa quer saber isso, só que não dá para prometer uma data e trazer uma expectativa nos jogadores”.

(Blog do torcedor)

SANTA: Oliveira Canindé “O acesso é difícil, mas não é impossível”

A vitória no apagar das luzes por 1 x 0 sobre o Vasco da Gama/RJ, na Arena Pernambuco, tirou a pressão em cima dos jogadores, relacionada à greve, e manteve as esperanças do Santa Cruz subir de divisão no final do ano.

Em questão de invencibilidade os tricolores estão sorrindo à toa com os três pontos, até porque já são cinco jogos sem perder em São Lourenço da Mata/PE e também no Campeonato Brasileiro da Série B.

Aliviado e feliz pelo triunfo, Oliveira Canindé avaliou o desempenho da equipe durante toda a partida válida pela 30ª rodada da competição. Ele vislumbrou um bom rendimento, exaltando o conjunto no decorrer do embate. Além do mais, o comandante enalteceu a força da torcida e disse que o grupo mostrou bastante força, apesar da desconfiança dos torcedores.

O nosso grupo é excelente. Quando saio de casa, tenho prazer de trabalhar com esses atletas. A diretoria está de parabéns, pois temos um time excelente. Temos que honrar a tradição e mostrar força. O acontecimento da greve não abalaria o grupo, o lado bom foi que eles mostraram força. O conjunto prevaleceu e todos acreditaram. Os jogadores deixaram a torcida orgulhosa. Espero que eles continuem assim para a gente crescer ainda mais na competição. O acesso é difícil, mas não é impossível”, analisou.

SUBSTITUIÇÕES

Canindé explicou as alterações e revelou que o primeiro pensamento era colocar Pingo, mas o quesito decisão acabou pesando para que Cassiano fosse acionado. Novamente, o treinador destacou a imposição dos atletas e quer a mesma força do coletivo daqui pra frente.

O Flávio Caça-Rato teria que jogar como segundo atacante. Como ele não tem as características que estávamos precisando, não seria ideal colocá-lo. Estava mais para Pingo e fiquei na dúvida de Cassiano. A gente necessitava de velocidade e o Cassiano é mais forte na decisão. Nós acabamos sendo iluminados. Precisamos prevalecer com essa força, até porque o coletivo é que faz diferença. Às vezes preciso de um jogador que não está sendo nem relacionado. Eles mostraram brio e se superaram. Honramos a confiança do nosso torcedor”, comentou.

CEARÁ

A próxima batalha coral pela Série B será em Fortaleza/CE. O tricolor terá pela frente o Ceará/CE, que ocupa a 5ª colocação na tabela de classificação. Como de praxe, o técnico tricolor sempre tem a melhor expectativa, mesmo ciente das dificuldades que serão encontradas no estádio Castelão.

Penso jogo a jogo e temos que eliminar de um por um. Preciso de descanso para depois trabalhar o time. Vamos fazer a diferença em cima do nosso conjunto. Somos um grande clube do Nordeste e representamos uma grandiosa torcida. É necessário que nossa equipe seja sempre capaz e aguerrida. Precisamos honrar com nossos compromissos”, exaltou.

ELITE

Desde que chegou ao clube, Canindé sempre declarou que o objetivo era chegar ao G4 e consequentemente subir à Série A. Bastante confiante, o treinador exigiu a mesma determinação para os oito jogos restantes, já que agora a distância para o G4 é de sete pontos.

Cada jogo é uma oportunidade para crescer. Esse é o momento que sabemos quem é grande. Precisamos ter cacife para bancar os desafios. Vamos mostrar que temos capacidade para conquistar as vitórias. Nós somos parâmetro, até porque temos uma grande torcida. Se você atua no Santa, você joga em qualquer equipe. O importante é se impor”, declarou.

(Informações CoralNet)

SANTA: Dez anos que o tricolor não vence o Vasco!

Tricolores e alvinegros entram em campo no próximo sábado (18), às 16h10, na Arena Pernambuco. A partida é válida pela 30° rodada da Série B e será fundamental para o Santa Cruz decidir o seu futuro na competição e tentar alcançar a parte de cima da tabela.

No primeiro turno a equipe pernambucana foi goleada pelo Vasco por 4×1, na Arena Pantanal.

E o retrospecto não é dos melhores para o Mais Querido. Em 20 partidas disputadas na história dos clubes, o Santa Cruz conquistou apenas 3 vitórias. Foram 7 empates e 10 vitórias dos cruzmaltinos.

A última vitória do Santa foi há dez anos atrás, pela Copa do Brasil de 1994. 1×0, no Arruda. De lá pra cá foram 5 vitórias do Vasco e 3 empates. Um jejum de oito partidas.

(CoralNet)

SANTA: Tricolor já tem chapa de oposição definida

Depois de uma reunião nesta quarta a noite, a chapa de oposição do Santa Cruz foi confirmada.

Presidente: Thomaz Barbosa- empresário

Vice-presidente- Joaquim Bezerra- empresário (foto)

Presidente do Conselho- Jaime Cordeiro- advogado

Presidente Comissão Patrimonial- Victor Pessoa de Melo- empresário

Presidente do conselho fiscal- Bartolomeu Bueno.

O Blog do Torcedor conversou com o o candidato a presidente Thomaz Barbosa.

Para ele a prioridade vai ser a transparência no clube.

Temos que transformar o Santa Cruz num clube aberto, com as contas abertas para as pessoas que querem investir no clube. A transparência vai atrair novos investidores. Queremos renovação das pessoas e uma adequação do clube ao novo momento do futebol”, disse Thomaz Barbosa.

Thomaz Barbosa promete uma gestão diferente.

Esse desafio faz parte das pessoas que querem algo melhor, que não gostam de viver na mesmice. O Santa Cruz vive momentos de exaltação da mediocridade, de pensamento pequeno”, criticou.

Thomaz de Aquino Pereira Barbosa tem 41 anos e já trabalhou como diretor das divisões de base do Santa Cruz, entre 2011 e 2013.

A eleição do Santa Cruz vai ser realizada no dia 15 de dezembro.

(Blog do torcedor)

SANTA: Natan não joga contra o Vasco

O meia do Santa Cruz Natan não vai jogar contra o Vasco, sábado, na Arena Pernambuco. O jogador está com um desconforto muscular na coxa direita e vai desfalcar a equipe.

Natan vai passar por exames de imagem nesta quarta. Ele está sentindo um desconforto na parte posterior da coxa direita e não vai poder jogar contra o Vasco”, garantiu o médico do Santa Cruz, Gílson Rezende.

Natan ficou de fora do jogo contra a Ponte Preta no sábado por suspensão. E foi vetado do jogo contra o Bragantino por esse desconforto muscular.

Santa Cruz e Vasco se enfrentam sábado às 16h10, na Arena Pernambuco.

(Blog do torcedor)

SANTA: Oliveira Canindé “Vamos continuar em busca do G4″

Bastante feliz o técnico Oliveira Canindé destacou a dedicação da equipe na vitória diante do Bragantino na noite desta Terça-feira no Arruda por 2×1.

foto:@renatorbarros

Vamos continuar buscando nosso sonho que é chegar no G4. Nosso grupo procurou a vitória o tempo todo. Jogamos sem muito tempo de trabalho e conseguimos na base de muita conversa armar um bom esquema para ganhar a partida“.

Perguntado sobre os dois próximos jogos diante do Vasco na Arena e diante do Vila Nova(GO,) Oliveira respondeu “Eu nasci para isso. Gosto de jogar partidas difíceis e vou passar isso para os jogadores. Cada partida dessa será um degrau a mais em nossas vidas“.

Perguntado sobre jogar na Arena PE e não no Arruda diante do Vasco o técnico tricolor fez questão de destacar esse assunto… “Eu sinceramente não vejo a Arena Pernambuco como casa de adversário algum. A Arena é de Pernambuco ou não? Sei que o Náutico manda seus jogos lá mas não vejo dificuldades nisso“.

O tricolor do Arruda soma agora  42 pontos e fica a nove do G-4.