Santa Cruz

SANTA: Goleiro Tiago Cardoso volta a treinar com bola

Uma mescla de boas e más notícias neste início de semana pelas bandas do Arruda. A expectativa aumenta quanto ao retorno de Tiago Cardoso. O paredão coral subiu para o seu primeiro trabalho com bola após a lesão no joelho e ganhou aplausos do torcedor presente no treinamento desta segunda-feira.

Os treinos se alternam entre fisioterapia, fortalecimento muscular e pequenos trabalhos técnicos. O processo com o arqueiro faz parte da transição e já acontece há quase um mês, tanto com Fisiologista Clóvis Calado, quanto com Bosco e deve durar mais quatro semanas.

Por enquanto, os trabalhos ainda acontecem, boa parte, em separado, sem ser utilizado contra jogadores de linha para não forçar demais.

Tiago Cardoso se lesionou no dia 22 de novembro, em duelo contra o Avaí/SC, pelo Campeonato Brasileiro da Série B. A lesão, segundo os médicos do clube, foi no ligamento cruzado e a comissão resolveu realizar um tratamento alternativo, sem cirurgia.

Agora, sentindo novamente o clima do gramado e retornando aos treinamentos com o grupo e sob o sol quente da capital pernambucana, Cardoso está cada vez mais próximo de retornar a defender o gol do Santa Cruz. Isso, muito provavelmente, deve acontecer nos primeiros jogos da Série B, se retornar à titularidade. A competição nacional tem início – para o Mais Querido -, no dia 9 de maio, contra o Macaé.

Foto: Foto: Felipe Amorim / JC Online

Informações: CoralNET

SANTA: Ricardinho “Tivemos uma aplicação extremamente positiva “

(Informações CoralNET)

O Santa Cruz não tomou conhecimento do Central e atropelou-o no estádio do Arruda, aplicando uma goleada por 4 x 0. Com o magnífico resultado no jogo de ida da semifinal do Campeonato Pernambucano, uma vantagem extensa foi construída para a partida em Caruaru, no dia 26 de abril.

Apesar de poder perder por três gols de diferença no estádio Luiz Lacerda, o técnico Ricardinho não crava o Santa como classificado à final do estadual. Para ele, a situação da sua equipe é definida em uma frase: “No futebol não se trabalha com conforto“. Ele quer os seus jogadores com a mesma intensidade apresentada nos primeiros 90 minutos da decisão.

Quando se trabalha com conforto, você acaba perdendo. Vamos trabalhar em cima do próximo jogo, independente da vantagem. O resultado foi só uma circunstância, um detalhe. Agora temos que focar a próxima partida contra o Central“, advertiu.

APLICAÇÃO:

Dentro de campo, pode-se observar um time mais solto e agredindo o adversário desde o apito inicial. Mesmo conseguindo fazer o primeiro gol nos acréscimos do primeiro tempo, o Santa Cruz sufocou o Central e desperdiçou muitas chances. Na visão do treinador, os seus comandados foram perfeitos durante o embate e ele analisou a partida num todo.

Foi um jogo onde nossa equipe teve uma aplicação extremamente positiva e competitiva. Tomamos a iniciativa desde o primeiro minuto de jogo, sem proporcionar ao adversário condições de contra-atacar. Tivemos uma consistência de jogo muito alta, tanto é que foi difícil ser mantida no segundo tempo. Mesmo assim, conseguimos um equilíbrio interessante e fizemos mais três gols, além do primeiro na etapa inicial“, avaliou.

ADVERSÁRIO:

A Patativa praticamente não assustou a meta do goleiro Fred, que em algumas ocasiões foi um mero espectador. Para piorar a vida dos alvinegros, dois jogadores foram expulsos na etapa complementar, facilitando ações corais para transformar o placar em goleada, pois o confronto já estava liquidado.

O Central ficou sem dois jogadores e conseguimos construir esse resultado, que foi bastante merecido pelo que nós fizemos. Mas ainda temos o jogo da volta. A história dessa fase não se encerra por aqui. Estamos felizes e satisfeitos com o rendimento, mas muito focados na próxima partida. Cobraremos isso dos nosso jogadores, pois todo profissional precisa de uma continuidade“, exaltou.

ESQUEMA TÁTICO:

De última hora, o Santa Cruz perdeu o meia Raniel, que foi vetado por conta de um problema no joelho. Sendo assim, o comandante utilizou o plano B e acionou Emerson Santos. Além do mais, entrou com o volante Bileu na vaga do Edson Sitta, mas lembrando que o cotado para assumir o posto do capitão era Wellington Cézar.

Ricardinho elogiou a atuação de Emerson Santos e revelou que ele começaria no banco de reservas. Apesar de no papel o esquema tático ser o 4-5-1, a equipe jogou no 4-4-2.

Raniel iria jogar no lugar de Emerson Santos. Precisávamos do Biteco, pois a sua função seria jogar por dentro e ele fez muito bem durante a semana. Nosso outro plano era a entrada de Emerson Santos durante o jogo para dar continuidade taticamente. Ele nos ajudou bastante e atuou como um segundo atacante, fazendo um grande jogo“, contou

SANTA: Alemão esquece retrospecto recente contra o Central e faz pedido: ‘Um Arruda lotado’

Vai começar a luta de quatro times para levantar o caneco do Campeonato Pernambucano. Neste final de semana, acontecem as primeiras partidas das semifinais. Enquanto Salgueiro e Sport duelam de um lado, o Santa Cruz tem pela frente o Central. O encontro que abre a decisão por uma vaga na final está marcado para sábado, às 18h30, no Arruda.

Titular e um dos destaques do Santa Cruz na arrancada final que garantiu o time nas semis, Alemão sabe do bom retrospecto recente contra o rival. O Central só não conseguiu pontuar no Pernambucano justamente diante do Tricolor – foram duas vitórias para o Santa. Mas, para o zagueiro, isso não importa. Pelo contrário, precisa ser esquecido.

Na minhã visão isso não interfere em nada. Nada mesmo. Agora é outro campeonato, totalmente diferente. O que passou, passou. Agora são duas finais com ambiente e clima bem diferente daqueles dois jogos que vencemos. Claro que eu quero que o retrospecto continue, mas não interfere nesse jogo de sábado”, analisou o defensor, camisa 3 do time comandado por Ricardinho.

Mas Alemão sabe o que pode interferir diretamente na decisão diante do Central: a apaixonada torcida do Santa Cruz. Por isso ele pede ‘um Arruda lotado': “A torcida é fundamental nessa hora. Eles são muito importantes. Espero e peço um Arruda lotado. Que o torcedor possa comparecer e o mais importante, consiga empurrar e incentivar nosso time, como eles sempre fazem, durante todo o jogo. Quero muito ver o Arruda lotado”, concluiu o defensor.

Gustavo Neves,
Assessor de Imprensa

SANTA: Jogadores corais apostando em retranca do Central no Sábado

Como é uma nova competição, disputada em mata-mata, o Santa Cruz precisa fazer bem feito o dever de casa, já que a primeira partida da semifinal, contra o Central, será no próximo sábado (18), no estádio do Arruda. Além do mais, vencer por uma diferença e sem sofrer gols dará uma tranquilidade para a volta, em Caruaru.

Por estar atuando dentro dos seus redutos, a equipe do técnico Ricardinho precisa se impor para construir um bom resultado, mas sempre atenta à parte defensiva. Os jogadores do Santa seguem uma linha de raciocínio idêntica sobre a postura dos caruaruenses, apostando num adversário retrancando e aproveitando surpreender no contra-ataque.

Apesar da possível defensiva do Central, o atacante Betinho(foto) afirmou que o time treina variações táticas para furar o bloqueio dos oponentes.

Acho que o Central vai jogar um pouco fechado, da mesma forma que atuou aqui no hexagonal. Mas a nossa equipe tem trabalhado forte para variar as jogadas e penetrar na defesa deles, buscando fazer os gols e sair com a vitória“, receitou.

O meia João Paulo quer bastante atenção, alertando que o Central jogará no erro do Santa Cruz para, pelo menos, marcar um gol no estádio do Arruda.

Acho que eles começarão a partida mais recuados, esperando um erro nosso. Mas temos que estar atentos, porque não é um time que só se defende, também tem proposta ofensiva. Creio que aqui deverão se resguardar um pouco mais“, ponderou.

O experiente Diego Sacoman, que atuará na vaga do zagueiro Danny Morais, também pensa da mesma forma dos companheiros. “Sabemos que o Central é uma equipe que gosta de contra-ataques e que não vai se expor“, encerrou.

(Informações do portal CoralNET)

SANTA: Ricardinho ainda tem dúvida na escalação

Geralmente os treinos secretos servem para esconder a escalação, dificultando o pensamento do lado oposto. No entanto, o técnico Ricardinho parece ter a equipe em mente, mas ainda falta definir uma peça no meio de campo.

Em relação à formação, ele já deu “o braço a torcer” e dificilmente sairá do esquema 4-5-1, que repetiu três vezes durante os treinamentos.

Mas os portões fechados, pela oitava vez em sua era, na tarde desta quarta-feira (15) não significam apenas despistar o time titular. O próprio treinador já deixou bem claro nas entrelinhas, que essa sua opção é para dar uma privacidade maior ao elenco do Santa Cruz. Sendo assim, esse momento também pode ser essencial para tramar alguma jogada ensaiada ou criar variações táticas.

Como não pode contar com Anderson Aquino, vetado por conta de dores musculares na coxa direita, Ricardinho decidiu povoar o meio de campo, utilizando apenas o atacante Betinho como referência no ataque. O necessário para abrir uma vaga na armação, já que Raniel e João Paulo têm “assento especial” na equipe.

De início, Emerson Santos vinha sendo a preferência, mas parece não ter agradado, principalmente pelo baixo rendimento apresentado no último sábado (11), no jogo-treino com o Porto. Com isso, Guilherme Biteco apareceu entre os titulares no coletivo realizado na segunda-feira (13), contra o sub-20 do clube.

O mistério só poderá ser desvendado às vésperas da primeira semifinal do Campeonato Pernambucano, contra o Central, no próximo sábado (18), às 18h30, no Arruda, ou até mesmo na sexta-feira (17), quando o treinador concederá entrevista coletiva. Porém, a escalação não será diferente disso: Fred; Nininho, Diego Sacoman, Alemão e Renatinho; Wellington Cézar, Bruninho, João Paulo, Raniel e Guilherme Biteco (Emerson Santos); Betinho.

(Informações CoralNET)

SANTA: Medico tricolor revela verdadeira situação do goleiro Tiago Cardoso “Não é tão simples assim”

Sem jogar desde a temporada 2014, quando se machucou no joelho, o goleiro Tiago Cardoso continua se recuperando no Arruda sem previsão de voltar aos gramados. 

O médico do clube, Dr Wilton Bezerra, fez um balanço geral a imprensa sobre a condição do goleiro. “Ele ainda não tem condições de jogar

CONFIRA!!!

SANTA: Anderson Aquino está fora da partida contra o Central

A má notícia do começo da semana foi o veto de Anderson Aquino. Com um problema na coxa direita, o atacante está fora do jogo de ida do Campeonato Pernambucano, contra o Central, no próximo sábado (18), no estádio do Arruda.

Sem treinar com o elenco desde a última quinta-feira (9), ele foi entregue ao Departamento Médico do clube. Sendo assim, o número de desfalques sobe para quatro (Danny Morais, Tiago Costa, Edson Sitta e Anderson Aquino).

Segundo o médico Wilton Bezerra, o atacante passará uma semana de repouso, buscando uma recuperação na base do descanso. A previsão de regresso aos treinos é apenas na próxima segunda-feira (20).

Pela manhã, durante o treinamento, ele sentiu um desconforto e ficou na academia. No período da tarde, os departamentos físico e médico se reuniram e tomamos a decisão de vetá-lo. Anderson Aquino irá ficar um tempo de repouso e sem fazer nenhuma atividade para não sentir mais nenhum desconforto muscular. Posso afirmar que ele está afastado do jogo contra o Central“, contou.

Titular há três rodadas seguidas – Central, Serra Talhada e Sport Recife -, o atacante Anderson Aquino sentiu a coxa direita no Clássico das Multidões, pela última rodada do hexagonal do título do estadual. Perto dos 40 minutos do 1º tempo, colocou a mão na região, mas não fez nenhum sinal de substituição e continuou jogando. Mas na volta do intervalo foi substituído por Emerson Santos.

Desde que está no Santa Cruz, sequer atuou quatro vezes seguidas na titularidade e chegou à sua terceira lesão. Recentemente, se recuperou de um edema na coxa e ficou à disposição para a partida contra o Sport Recife, completando o seu terceiro jogo consecutivo no posto de titular.

Logo quando desembarcou no Arruda, Anderson Aquino sofreu uma lesão no tornozelo esquerdo e desfalcou o time nas 3ª e 4ª rodadas do hexagonal do título, contra o Central e o Salgueiro. Quando retornou, ficou no banco de reservas nas 5ª, 6ª e 7ª rodadas, mas sendo acionado no decorrer do jogo em todas elas. Ou seja, além dessas, estreou no segundo jogo oficial da temporada, contra o Serra Talhada.

(Informações CoralNET)

SANTA: Tricolor vence Porto em jogo treino no Arruda

O Santa Cruz entrou em campo na tarde deste sábado para disputar um jogo-treino, contra o time sub-20 do Porto, no estádio do Arruda. Com o objetivo de movimentar o elenco e “ensaiar” para o primeiro jogo da semifinal do Campeonato Pernambucano, a equipe do técnico Ricardinho venceu os caruaruenses por 1 x 0, gol marcado por Thiaguinho, no segundo tempo.

Nos dois dias antes do teste, o Santa treinou no esquema 4-5-1 e permaneceu com essa tática, formando a equipe titular com Fred; Nininho, Alemão, Diego Sacoman e Renatinho; Wellington Cézar, Bruninho, João Paulo, Raniel e Emerson Santos; Betinho. Como já era previsto, o atacante Anderson Aquino não participou do jogo-treino, pois sentiu dores musculares, desde a última quinta-feira (9), e ficou treinando em separado com o fisiologista Joelson Correia.

O tricolor não conseguiu fazer o placar na primeira parte, quando os titulares estavam em campo. As melhores chances foram do Santa Cruz, enquanto o Porto mal assustou a meta do goleiro Fred, um mero espectador. A pressão coral não foi revertida em vantagem, terminando a etapa inicial com o placar de 0 x 0. O Gavião do Agreste marcou bem e tentou explorar os contra-ataques, porém sem êxito.

Como já era de se esperar, o técnico Ricardinho mudou todo o time no segundo tempo: Bruno; Moisés, Walter (Otávio), Danny Morais e Tiago Costa; Bileu, Pedro Castro, Guilherme Biteco e Williams Luz; Thiaguinho e Nathan. A ideia era tirar o máximo de proveito do teste e o ritmo do jogo permaneceu forte. Apesar de uma produtividade ofensiva bem abaixo, o Santa abriu o placar aos 12 minutos. O atacante Thiaguinho aproveitou o cruzamento e, de cabeça, colocou a bola no fundo das redes, fazendo o primeiro e único gol da partida: 1 x 0. Durante todo o segundo tempo, o Mais Querido pressionou o adversário, mas pecou nas finalizações e venceu pelo placar mínimo.

TORCIDA

O que chamou a atenção foi a excelente presença de público no Arruda. Mesmo sendo um simples jogo-treino, além do mais numa tarde de sábado, cerca de 2 mil tricolores estavam presentes nas sociais.

DOMINGO

Após a movimentação deste sábado (11), todo o elenco coral ganhará folga geral para recuperar as energias gastas na semana cheia de treinamento. A reapresentação está marcada para a próxima segunda-feira (13), às 8h30, no Arruda. A partir daí, o Santa Cruz terá mais cinco treinos antes do primeiro jogo da semifinal, contra o Central, no dia 18 de abril, às 18h30, em casa.

Informações/Foto: CoralNET

SANTA: Ricardinho “Se jogarmos bem, não terá diferença decidir em casa ou não”

Como terminou a fase na 3ª posição, o Santa Cruz fará a primeira partida da semifinal contra o Central, no estádio do Arruda, no dia 18 de abril. Sendo assim, o jogo de volta será no Lacerdão, em Caruaru. Para o técnico Ricardinho, a ordem dos confrontos é o que menos importa, mostrando não estar preocupado com esse fator.

O seu receio é quanto à postura. Ele quer uma equipe com espírito de decisão, exigindo muito equilíbrio e dedicação nas duas partidas.

O importante é você se concentrar nas duas partidas. Precisa ter o poder de decisão para chegar à final. O nosso trabalho é o que faz o diferencial. Se você fizer dois jogos consistentes, não terá diferença decidir em casa ou não. Caso espere para resolver no último jogo, a situação fica complicada. Precisamos ter equilíbrio, qualidade nas partidas e muita dedicação”, argumentou.

O Santa conseguiu a sua primeira meta da temporada 2015, que era conquistar a classificação às semifinais do Campeonato Pernambucano. Mas o avanço à próxima fase poderia ter um melhor sabor, caso terminasse o hexagonal do título na 2ª posição. Primeiramente, a equipe do técnico Ricardinho teria que vencer o clássico e torcer por um tropeço do Central ou até mesmo um empate.

A Patativa perdeu para o eliminado Serra Talhada por 2 x 1, no estádio Nildo Pereira, mas ficou faltando uma vitória coral sobre o Sport Recife, na Ilha do Retiro. Pelas circunstâncias do clássico, o empate em 1 x 1 foi lucro para o Santa Cruz, que com um homem a menos perdia para o rival até os 47 minutos do segundo tempo.

(Informações do CoralNET)
Foto:TorcidaPE

SANTA: Nota de Esclarecimento

SANTA CRUZ FUTEBOL CLUBE
– DIRETORIA EXECUTIVA -

O Santa Cruz Futebol Clube, tendo em vista a antecipação do jogo contra o Central para às 18h30 de sábado (18), vem a público prestar os seguintes esclarecimentos:

Primeiro: Por disposição contratual (Pay-Per-View), o referido jogo estava indicado para acontecer no domingo (19), inicialmente, com horário marcado para as 19h.

A Federação Pernambucana de Futebol, então, comunicou ao Santa Cruz Futebol Clube tal fato, indagando se não seria mais viável o jogo acontecer no sábado (18), no horário das 18h30.

Após reunião, entre as três partes (FPF, TV Globo e Santa Cruz), ficou ajustado que o referido jogo aconteceria no sábado (18), às 18h30, como data e horário definitivos.

Segundo: A Diretoria do Santa Cruz Futebol Clube entende que, por força das circunstâncias, e não havendo como realizar o jogo no domingo (19), a única alternativa viável é – de fato – a sua realização no sábado (18), dentro do horário sugerido pela emissora detentora dos direitos de transmissão e, dessa forma, estariam resguardados os interesses das partes envolvidas no processo de televisionamento da referida partida.

Recife, 10 de abril de 2015

ALÍRIO MORAES
PRESIDENTE EXECUTIVO DO SANTA CRUZ FUTEBOL CLUBE