Futebol Pernambucano

Central e Porto estreiam no Brasileiro da Série D

Os representantes pernambucanos no Campeonato Brasileiro da Série D estreiam neste domingo (20). O Central visita o Baraúnas-RN, no Estádio Nogueirão, em Mossoró, e o Porto recebe o Globo-RN, no Estádio Luiz Lacerda, em Caruaru. As partidas começam às 16h.

A Patativa está no Grupo A3, que conta também com o Campinense-PB, Coururipe-AL, e Jacuipense-BA, além do Baraúnas. “Com certeza, é um dos grupos mais competitivos da Série D, mas estamos otimistas“, afirmou o técnico do Alvinegro de Caruaru, Humberto Santos. “A gente quer fazer a diferença logo no início. Esperamos fazer um bom jogo fora de casa e conseguir a vitória“, completou o treinador, que trabalhou 35 dias para a competição e tem oito atletas remanescentes do Campeonato Pernambucano.

Já o Gavião está no Grupo A4, com o Confiança-SE, Betim-MG, Vitória da Conquista-BA, além do Globo-RN. “O trabalho fluiu muito bem nesses últimos trinta dias. Os atletas se doaram muito para que o time evoluísse e recebeu muito bem os que foram contratados“, comentou o zagueiro Geninho, em entrevista ao Globoesporte.com de Caruaru. O Porto tem um time jovem e será comandado pelo técnico Elenílson Santos.

(FPF-PE)

Com sete atacantes, Salgueiro quer melhorar poderio ofensivo no retorno da Série C

O Salgueiro começou mal o Brasileiro da Série C, mas, antes da pausa para a Copa do Mundo, já experimentou uma boa melhora. Tanto que de 0 passou para 8 pontos nas útlimas quatro rodadas, nas quais permaneceu invicto. A pontuação do Carcará hoje é a mesma do CRB, equipe que abre a zona de classificação do Grupo A.

Apesar da evolução, a diretoria salgueirense parece ter detectado uma carência no setor ofensivo. Se olharmos os números, veremos que a cúpula do time sertanejo tem razão. O Carcará tem o pior ataque do Grupo A junto com o ASA, com apenas 5 gols em 6 jogos. Por isso, contratou dois atacantes no período da Copa do Mundo: Kiros e Edson.

Kiros é alto (1, 95m), tem 25 anos, foi revelado no Porto de Caruaru-PB e tem passagens em Bragantino, Santa Cruz e Paysandu. Pelo Papão, conseguiu o acesso à Série B em 2012, sagrando-se artilheiro da equipe na Série C daquele ano, com 7 gols.

Já Edson também é centroavante, tem 1,81m de altura e 24 anos de idade. Revelado no Vitória (clube titular de seus direitos federativos), já jogou no Japão e na Romênia. No Brasil, atuou ainda em CRB, Fortaleza, Botafogo-SP e Ituano.

Com os dois reforços, o ataque do Salgueiro conta agora com 7 opções, já que o Carcará dispõe ainda em seu elenco de Fabrício Ceará, Kanu, Junior Juazeiro, Júlio Alves e Everton.

Esse poderio ofensivo todo será testado no próximo dia 20, quando o time dirigido por Fernando Alcântara volta a atuar no Brasileiro da Série C. Seu adversário será o CRAC e o jogo será disputado no Estádio Cornélio de Barros, a partir de 16h.

(SérieC.com)

Árbitro da FPF que apitou a Copa do Mundo fez uma avaliação da sua participação e falou sobre o uso da tecnologia

(FPF-PE.COM)

O árbitro da Federação Pernambucana de Futebol (FPF), Sandro Meira Ricci, que representou o Brasil na Copa do Mundo FIFA, concedeu entrevista exclusiva ao site da entidade e fez uma avaliação sobre sua participação no Mundial.

Na Copa do Mundo, o árbitro da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol de Pernambuco (Ceaf-PE) comandou três jogos: França x Honduras, Alemanha x Gana e Alemanha x Argélia.

A participação de Sandro no Mundial foi elogiada pelo chefe de arbitragem da FIFA, Massimo Busacca. “Tomamos uma ótima solução três anos atrás quando fizemos uma troca e apostamos nele. Trabalhou sério e fez um ótimo trabalho, assim como os assistentes. Estamos muitos satisfeitos com o trabalho dele. É um bom exemplo para a América do Sul, onde há bons árbitros. Eles foram exemplares”, declarou.

Confira a entrevista.

FPF – Como você avalia sua participação na Copa do Mundo?

SANDRO MEIRA RICCI - O retorno que tivemos do Departamento de Arbitragem da FIFA e dos instrutores sobre a nossa participação na Copa do Mundo foi muito positivo. Estamos muito satisfeitos pelo que fizemos nos três jogos em que atuamos e também por termos ficado até o final do torneio mesmo com a presença da seleção brasileira nas semifinais.

Descreva como se sentiu no lance em que a tecnologia da linha do gol foi utilizada pela primeira vez. Chegou a olhar para o telão, quando a imagem mostrou que a bola não entrou no primeiro toque na trave?

No momento do lance, estava totalmente concentrado e quando senti o relógio vibrar, juntamente com meu assistente Van Gasse, confirmei o gol. Como o telão do estádio começou a mostrar que, a princípio, a bola não havia passado a linha do gol, os jogadores de Honduras começaram a reclamar. Decidi, então, consultar os dois assistentes sobre o recebimento do sinal. A resposta positiva de ambos reforçou minha confiança na tecnologia. Logo depois, as imagens mostraram que o gol foi validado corretamente. Sou favorável ao uso da tecnologia. Esse episódio, marcante na história das Copas, veio para mostrar a importância da adoção de um recurso que só tem a contribuir para o esporte.

Com a eliminação do Brasil, seu nome ganhou força para apitar a final. Você tinha esta expectativa? Como se sentiu por não ter sido escolhido?

Naturalmente, todos os trios escolhidos para ficar à disposição da FIFA até o final do torneio tinham essa expectativa. Mas, em razão dos resultados dos jogos semifinais, a goleada aplicada pela Alemanha no Brasil e a rivalidade futebolística com a Argentina, nós, do trio brasileiro, sabíamos que a possibilidade de atuarmos na decisão tinha se tornado praticamente nula. De qualquer maneira, me senti muito feliz com a escolha dos italianos. Os três são, além de excelentes árbitros, ótimas pessoas.

Quais os planos para o futuro? Pretende apitar outra Copa?

Termino a Copa do Mundo orgulhoso do trabalho que fizemos. Posso falar agora, depois de ter vivido essa experiência intensamente, que todo o esforço, toda a dedicação durante minha carreira como árbitro, e especialmente nos últimos quatro anos, bem como todo o apoio da FPF, da CBF, da Conmebol e da FIFA, valeram a pena. Tive a oportunidade de conviver mais de 40 dias com dois amigos, que são o Emerson e o Van Gasse, e com colegas estrangeiros, quando compartilhamos experiências e aprimoramos nossas capacidades física, técnica, psicológica e social. Mas, sinceramente, depois desse período afastado da minha cidade, meu único plano é voltar para casa e rever minha família. Só então, vou conversar com essas pessoas queridas e decidir o que fazer do meu futuro na arbitragem.

ARBITRAGEM dos jogos do Náutico, Santa Cruz e Sport


Ilha do Retiro – Recife – PE – Quarta -19h30

Arena Pernambuco – Sao Lourenco da Mata – PE -Terça -19h30
Arena Pantanal – Cuiaba – MT -Terça -21h50

Faltam poucos dias para a bola voltar a rolar pelo Campeonato Brasileiro

A última vez que a bola rolou pelo Campeonato Brasileiro em Pernambuco foi no dia 4 de junho, quando o Sport venceu o Bahia por 1×0, na Ilha do Retiro. Na próxima Terça, os clubes do Estado voltarão a jogar pela competição nacional.

O primeiro a entrar em campo será o Náutico, que recebe o Sampaio Corrêa-MA, às 19h30, na Arena Pernambuco, na próxima terça-feira, pela 11ª rodada da Série B. O Timbu tem 12 pontos e está no 12º lugar, com um jogo a menos do que boa parte dos adversários, já que ainda enfrentará o Vasco, em 12 de agosto, pela 5ª rodada. Os maranhenses têm 16 pontos e estão na sexta posição.

No mesmo dia, só que às 21h50, o Santa Cruz visita o Vasco-RJ, na Arena Pantanal em Cuiabá. O Tricolor tem 16 pontos e está no oitavo lugar. Já os cariocas estão na décima posição, com 14 pontos e um jogo a menos.

Na quarta-feira, dia 16/7, o Sport recebe o Botafogo-RJ, às 19h30, na Ilha do Retiro, pela 10ª rodada da Série A. O Leão tem 14 pontos e está no nono lugar. Os botafoguenses estão na 13ª posição, com nove. Apenas dois pontos separam o Leão da vice-liderança da competição. .

Pela Série C, o Salgueiro só joga no domingo, dia 20 de julho, quando recebe o Crac-GO, no Estádio Cornélio de Barros, às 16h, pela sétima rodada. O Carcará está no sexto lugar do Grupo A, com oito pontos. Os goianos têm cinco e estão em nono.

Pela Série D, Central e Porto fazem a estreia no dia 20 de julho. A Patativa visita o Baraúnas-RN, às 16h, no Nogueirão, em Mossoró, e o Gavião recebe o Globo-RN, às 16, no Luiz Lacerda, em Caruaru.

(FPF-PE)

Timbaúba 0×0 Santa Cruz “Amistoso teve confusão, e gol que é bom, nada”

Neste domingo (6), o Santa Cruz fez o primeiro amistoso durante o período da Copa do Mundo. A partida foi disputada na cidade de Goiana/PE, diante do Timbaúba/PE, que está se preparando para a Série A2 do Pernambucano.

O TIME - Como Sérgio Guedes utilizou os reservas no jogo-treino de ontem, quando venceu a Faculdade IBGM por 4 x 1, ele decidiu escalar a equipe titular com Tiago Cardoso; Nininho, Everton Sena, Renan Fonseca e Renatinho; Sandro Manoel, Memo, Danilo Pires e Wescley; Pingo e Léo Gamalho. A única ausência foi o meia Carlos Alberto, que ainda sente dores no pé direito e foi vetado.

O JOGO - Com praticamente a mesma formação que utilizou durante as dez primeiras rodadas da Série B, o Santa Cruz ficou apenas no empate com o Timbaúba/PE pelo placar de 0 x 0. A primeira etapa começou disputada e com chances para ambos os lados. Logo nos minutos iniciais, o atacante Pingo entrou na área e bateu cruzado, mas a bola passou perto da trave do goleiro Carlos. Não demorou muito e o Timbaúba respondeu com o atacante Júnior, que mandou uma bomba obrigando Tiago Cardoso a salvar o tricolor. No minuto seguinte, Pingo finalizou e o arqueiro adversário fez um boa defesa.

As equipes chegavam bem ao ataque, mas tinham dificuldades na hora de mandar a bola para o fundo das redes. Memo arriscou de fora da área e a bola passou raspando a trave do goleiro Danilo. O Timbaúba começou a se soltar em campo e gostar do amistoso. O líder e capitão da equipe era o volante Marcos Mendes, ex-Santa Cruz, que orientava o seu time dento das quatro linhas. O Mais Querido teve um bom momento após tabela de Nininho e Pingo. O lateral direito coral chutou cruzado e a bola foi pra última linha.

Aos 35 minutos, o lateral esquerdo Carioca chutou cruzado e com efeito, mas Tiago Cardoso estava ligado e praticou a defesa. Antes do final da primeira parte, Carioca cruzou para o atacante Pipoca, que furou dentro da área e desperdiçou uma boa chance para o Timbaúba. Os times conseguiram até criar chances, mas os erros na hora de finalizar foram nítidos, terminando em 0 x 0.

SEGUNDO TEMPO – Sérgio Guedes gostou da produção da sua equipe e voltou a mesma formação do inicio. Já o Timbaúba fez três modificações. Saiu Danilo e entrou Jefferson, Índio no lugar de Júnior e Jon na vaga de Pipoca. Logo no primeiro minuto, Jon recebeu bom passe e dentro da área chutou no canto, quase surpreendendo o goleiro Tiago Cardoso. O Santa Cruz tinha dificuldade para assustar a meta do goleiro adversário, mostrando deficiência na criação das jogadas. Sem conseguir apresentar perigo nos dez primeiros minutos da segunda parte, o comandante coral fez duas substituições. O meia Danilo Pires foi sacado e Betinho entrou no seu lugar. Wescley foi substituído pelo atacante Keno.

O jogo estava mormo e os times continuavam com o mesmo problema do primeiro tempo: criar e finalizar. O Mais Querido mal assustava a meta do goleiro Carlos. Já o Timbaúba também tinha a mesma deficiência e o placar não saia do 0 x 0. E aos 25 minutos, Betinho lançou Pingo, que foi empurrado dentro da área e reclamou de pênalti. Após reclamar, o árbitro expulsou Pingo, no seu lugar entrou Flávio Caça-Rato, deixando o time do Timbaúba indignado, já que o Santa continuaria com onze em campo.

Depois dessa confusão, o amistoso parecia uma Copa do Mundo, pois Santa Cruz e Timbaúba mostravam muita vontade nas disputa das bolas. Buscando vencer o confronto, Guedes fez mais algumas modificações na equipe. O atacante Léo Gamalho deu a vaga para a entrada do meia Émerson e Nininho saiu para a entrada de Tony. O jogo seguia com poucos lances de perigo e se encaminhava para 0 x 0. As alterações não pararam por aí e Bileu entrou no lugar de Memo. O zagueiro Renan Fonseca deixou o campo de jogo e Marllon foi acionado.

O marcador do tempo chegava aos 40 minutos e o Santa sentia dificuldades para fazer um gol no adversário. Os minutos finais foram iguais a todo segundo tempo e ninguém conseguia assustar a meta do adversário. Com isso, o amistoso foi encerrado em 0 x 0.

(Informações CoralNET)

Em dia sem Copa, Santa Cruz x Sport é destaque na TV

Na primeira pausa da Copa do Mundo FIFA, o destaque na televisão será o clássico Santa Cruz x Sport, pelo Campeonato Pernambucano Sub-20.

Com transmissão do Esporte Interativo Nordeste, o Clássico das Multidões será realizado nesta sexta-feira (27), às 15h15, no Estádio do Arruda. Será o segundo jogo do torneio televisionado para todo o Brasil. Os dois times se enfrentaram na rodada anterior e o placar foi 0×0.

Invictos no Pernambucano Sub-20, os rubro-negros estão na vice-liderança do grupo F, com nove pontos, dois a menos que o líder Porto. Os tricolores estão na quinta posição, com quatro. A pontuação é a mesma do Central, que possui saldo de gols inferior (-2x-10).

O Leão tem como ponto forte o ataque, que já balançou as redes adversárias 13 vezes na segunda fase do Estadual. O Sport possui o Joelinton, artilheiro do torneio, que balançou as redes adversárias 15 vezes.

O Santa Cruz quer a vitória para seguir firme na disputa por uma vaga nas quartas de final do Pernambucano Sub-20. Os quatro primeiros colocados do grupo F se classificarão para a etapa seguinte.

(FPF-PE)

Sport e Santa Cruz ficam no 0×0 pelo Pernambucano Sub-20

O primeiro Clássico das Multidões do Campeonato Pernambucano Sub-20 2014 terminou empatado. Sport e Santa Cruz se enfentaram neste sábado (21), na Ilha do Retiro, e ficaram no 0×0. O jogo foi transmitido para todo o Brasil pelo Esporte Interativo Nordeste.

Invictos no Estadual, os rubro-negros estão na vice-liderança do grupo F do Pernambucano Sub-20, com nove pontos. A Cobra Coral está na quinta colocação, com quatro pontos e saldo negativo de dois gols.

Jogando em casa, o Leão tomou a iniciativa do jogo nos primeiros minutos, entretanto, não conseguiu abrir o placar. Os tricolores cresceram durante a partida, assustando, os rubro-negros, mas sem balançar das redes adversárias.

As duas partidas voltam a campo no próximo sábado (28), quando se enfrentam às 15h, no Arruda. A partida também será televisionada pelo Esporte Interativo Nordeste.

(FPF-PE)

SANTA: Tricolor perde terceiro jogo no Sub 20 e técnico entrega o cargo

A terceira derrota na 2ª fase do Campeonato Pernambucano custou caro. Após perder de 1 x 0 para o Central, o técnico Luciano Ribeiro entrou o cargo. Mesmo faltando 18 pontos para serem disputados, ele não suportou a pressão e preferiu deixar o comando técnico do Santa Cruz.

Enquanto a categoria de base busca um novo treinador, o auxiliar técnico Dilson assume provisoriamente o time coral. A saída de Luciano Ribeiro pegou toda a comissão técnica de surpresa. A situação não está fácil para o Mais Querido, mas ainda restam seis rodadas para o tricolor tentar chegar a próxima fase do estadual.

(CoralNet)

FPF sedia debate sobre odontologia do esporte

A Federação Pernambucana de Futebol (FPF) receberá no próximo dia 6 de junho um debate sobre odontologia do esporte. Com o tema Odontologia e Medicina proporcionando saúde ao atleta e seu custo benefício para o clube, o evento contará com a presença do Prof. Dr. Marcelo Lasmar, dentista do Atlético-MG, e dos Prof. Dr. Antonio Alberto Medeiros Salgado (coordenador) e Prof. Dr. Carlos Augusto Lago.

O evento será das 14h30 às 17h no auditório da FPF. A inscrição será feita no local mediante entrega de 2Kg de alimento não perecível. O público-alvo são os departamentos médicos dos clubes de futebol, dirigentes, jogadores, imprensa e estudantes de odontologia.

O debate é promovido pela Faculdade de Odontologia de Pernambuco e pela Academia Brasileira de Odontologia do Esporte com apoio da Federação Pernambucana de Futebol.

Serviço

Debate Odontologia do Esporte
Tema: Odontologia e Medicina proporcionando saúde ao atleta e seu custo benefício para o clube
Quando: 6 de junho de 2014, sexta-feira
Horário: 14h30
Local: Federação Pernambucana de Futebol (FPF) – Rua Dom Bosco, 871, Boa Vista.
Entrada: 2kg de alimento não perecível

(FPF-PE)