HOJE: Socorrense/SE X Sport “Pressão por vitória”

Líder do Campeonato Pernambucano, o Sport dá uma pausa no Estadual e volta as suas atenções para a Copa do Nordeste. Nesta quarta-feira (4), o Leão encara o Socorrense/SE, às 22h, no Estádio Lourival Baptista, em Aracaju, pelo grupo B do torneio.

Os rubro-negros lideram a chave, com quatro pontos, enquanto os sergipanos estão em terceiro, com dois. O Sampaio Corrêa era o líder do grupo, mas perdeu seis pontos no STJD por ter escalado o atleta Curuca de forma irregular.

O técnico Eduardo Baptista deve escalar o Sport com uma formação mais ofensiva. No último treino antes da viagem para Aracaju o treinador do Leão testou o time com as entradas de Elber e Felipe Azevedo entre os titulares.

Esse jogo contra o Socorrense é importante e realmente pode encaminhar bem a classificação, já que a vitória praticamente elimina um adversário direto“, declarou Eduardo Baptista.

O Sport levou a melhor no primeiro confronto entre os clubes, vencendo por 3×1 o jogo realizado na Ilha do Retiro. (FPF-PE)

Na Ilha o Sport venceu por 3×1 com um belo gol de Mike

FICHA TÉCNICA:
SOCORRENSE/SE X SPORT

COMPETIÇÃO: Copa do Nordeste
LOCAL: Batistão (Aracaju) – HORÁRIO: 22h

Árbitro Gleidson Santos Oliveira – BA (CBF-2)
Árbitro Assistente 1 Jose Raimundo Dias da Hora – BA (CBF-2)
Árbitro Assistente 2 Elicarlos Franco de Oliveira – BA (CBF-1)
Quarto Árbitro Rogerio Lima da Rocha – SE (CBF-2)
Assessor Valmir Oliveira Nascimento – SE (ASS)

SOCORRENSE: Emanuel; Jorginho, Léo, Cláudio Baiano e Roberson Saci (Índio); Sandro Miguel, Cosme, Henrique e Juninho; Tiago Orobó e Daniel Caiçara (Roberson Saci). Técnico: Edmílson Santos.
SPORT: Magrão, Vitor, Páscoa, Durval e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Diego Souza e Élber; Felipe Azevedo e Mike. Técnico: Eduardo Baptista

Romário “Proposta da CBF é um deboche ao congresso”

Romário Faria
Galera,

Muitos devem estar se perguntando por que a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) aprovou de “uma hora para outra” o fair play financeiro já para o Campeonato Brasileiro de 2015.

 

As regras propostas por eles, na última segunda-feira, irão retirar pontos dos clubes que tiverem dívidas trabalhistas. A medida parece excelente, mas qualquer medida moralizadora vinda dos atuais gestores da entidade devem ser vistas com suspeição. Logo, não acreditem na boa vontade da CBF.

O que eles estão fazendo não passa de um deboche. Explico. Há mais de um ano, debatemos no Congresso Nacional uma medida para resolver o endividamento dos clubes brasileiros. Atolados em dívidas, causadas por má gestão, os clubes brasileiros estão à beira da falência. Logo, o futebol do Brasil também.

O problema é que se o Governo apenas anistiar ou refinanciar as dívidas dos clubes, sem contrapartidas que exijam transparência e boa gestão, eles estarão endividados em poucos anos novamente. Uma das principais exigências para o parcelamento das dívidas é que os clubes estejam adimplentes para participar de competições.

O não pagamento de dívidas trabalhistas ou das parcelas com o Governo acarretaria em perda de pontos ou até mesmo no rebaixamento de série. A CBF sempre foi contra e trabalhou enquanto pode, por debaixo dos panos, para que no texto da Câmara não constasse este item.

Mas o Governo está para enviar uma Medida Provisória para o Congresso Nacional sobre o assunto. Até onde fui informado, o fair play financeiro já consta no texto da MP. Aí é que está o pulo do gato. Sem saída, a CBF dá sua cartada final para evitar que o texto vire lei. Ao se antecipar, eles podem alegar que já implementaram as medidas, por isso elas não precisariam ser aprovadas no Congresso.

Sem uma lei definitiva, no prazo de dois anos, a entidade poderá retirar do texto o fair play financeiro. E tudo voltar a ser como era antes. É ou não é um deboche?

SANTA: Tiago Cardoso já contando os dias para voltar a treinar

Informação da CoralNet

Umas das posições mais contestadas no momento atual do Santa Cruz é o goleiro. Bruno, titular desde o início do estadual, não caiu nas graças do torcedor coral e virou alvo de fortes críticas. Fred assumiu o posto nos últimos dois jogos e espera amenizar um pouco a saudade que a torcida se de Tiago Cardoso, paredão e ídolo desde sua chegada ao clube em 2011.


Parado desde a Série B do ano passado, quando se machucou na partida diante do Avaí, no dia 22 de novembro, o goleiro passa por período de recuperação para melhorar da lesão no ligamento do joelho direito. O processo não necessitou de cirurgia, o que facilita o retorno do arqueiro aos gramados.

O processo não foi cirúrgico, e isso foi ótimo para o atleta. O tratamento dele é conservador e quando completar quatro meses, ele fará novo exame”, comentou o Wilton Bezerra, médico do clube.

O Doutor Wilton falou muito bem da recuperação de Tiago Cardoso. Segundo ele, a previsão de volta do paredão segue no prazo esperado. O arqueiro se mostra empenhado na fisioterapia para que possa retornar o mais breve possível aos treinamentos com bola.

O tratamento está sendo bem adequado e no cronograma certo. A recuperação segue dentro do esperado. Na próxima semana ele deve fazer a resonância. Esperamos que em abril ele esteja liberado pela parte médica para iniciar os treinamentos. Após isso, cabe à comissão técnica, mais especificamente os preparadores, dar continuidade no processo”, afirmou.

NÁUTICO: Jogadores não falaram com a imprensa pós demissão de Moacir Junior

Nem com a saída do técnico Moacir Júnior, o clima no Náutico melhorou. Um dia depois da demissão do comandante, o elenco se calou. Nesta terça-feira, nenhum jogador do elenco quis falar com a imprensa.

De acordo com o gerente de futebol Carlos Kila, o motivo é a chateação pelos maus resultados. Diante do ambiente conturbado, eles resolveram se preservar.

- Eles não querem falar porque estão chateados com tudo que está acontecendo. Preferem se manter em silêncio e vamos respeitar isso por ora. Mas eu vou dar uma conversada com eles e amanhã (quarta-feira) eles devem falar normalmente.

No Campeonato Pernambucano, o Náutico está fora do G-4. A quatro rodadas do fim hexagonal do título, é quinto colocado. Na Copa do Nordeste, o time ocupa a vice-liderança do Grupo C, com quatro pontos. O Salgueiro é o líder, com cinco. O problema é que apenas o líder de cada chave tem a classificação assegurada para a próxima fase (os três melhores segundos colocados também avançam).

Os números do Náutico não são nada bons. Dos 27 pontos disputados até o momento, conquistou apenas 10, com um aproveitamento de 37,03%. Os maus resultados levaram à queda de Moacir Júnior. (GE/PE)

Levi Gomes e Kuki comandaram um coletivo na tarde desta Terça no CT Wilson Campos

(Esq.p/dir) Anderson Felipe (ATA), Dentão (VOL), Igor Neves (ATA), Feliphe Gabriel (ZAG) subiram da base para trabalhar no profissional

(@nauticope)

Medida provisória proibindo futebol no Brasil por um ano

POR JOSÉ JOAQUIM

No dia de ontem um amigo nos enviou o movimento financeiro do jogo Botafogo e Flamengo, com detalhes que mostram o quanto custa fazer futebol em nosso país.

De uma renda de R$ 2.129.865, o rubro-negro recebeu R$ 289.597,78, e o alvi-negro por ser o mandante teve mais um débito apresentado, como despesas com pré-jogo, e recebeu a sua cota no valor de R$ 259.597,78.

Enquanto isso, o Consórcio Maracanã deu uma mordida de Leão, no valor de R$ 995.026,07, e a Federação Carioca com seus 10%, levou para os seus cofres, R$ 209.554,50, ou seja, bem próximo dos valores recebidos pelos clubes.

Por conta disso foi sugerido pelo remetente uma Medida Provisória proibindo futebol no Brasil por um ano, para que as coisas sejam colocadas nos seus devidos lugares, para que sejam evitados fatos como esse, onde quem não joga, ganha igual ou mais do que aqueles que colocam seus jogadores nos gramados.

NOTA 2- ENFIM DERRUBARAM O TREINADOR DO NÁUTICO

* Como tinhamos postado anteriormente, o tornado que chegou a praia de Piedade passou pelo Náutico, e o que as mídias desejavam finalmente aconteceu, com a queda do técnico Moacir Junior.

Esse é o quarto treinador demitido em 13 meses da atual gestão, e o clube continua empancado, o que nos leva a certeza de que o problema certamente não está nesse setor e sim de gestão.

Um trabalho como o que estava sendo feito, com o aproveitamento das bases não colhe frutos de imediato, é lento e requer paciência, e com a falta de recursos, qualquer outro que chegar para ocupar a cadeira de Moacir Junior irá ter os mesmos problemas.

Esse é mais uma exemplo do futebol sem rumo de nosso estado.

NOTA 3- O MUNDO ESTÁ SALVO

* Maradona fez plástica no rosto segundo as mídias brasileiras, que destacaram o fato com tanta emoção, que nos deu a impressão de que o mundo estava salvo.

O ex-jogador e hoje comentarista de uma televisão da Venezuela, afirmou que não realizou tal intervenção, e que continuava com a mesma cara. Todos choraram.

O que nós temos com isso?

Achamos que é a falta de notícias, ou uma nova recaida de diarréia mental.

BLOG DE JJ

SPORT: Diego Souza terá mais liberdade para jogar, garante Eduardo Baptista

O treinador do Sport, Eduardo Baptista, confirmou na coletiva, que o meia Diego Souza terá uma maior liberdade para a criação das jogadas diante da Socorrense. CONFIRA!!

Vídeo: @reporterjvictor

Roberto Queiroz e Ralph de Carvalho no Mídia FC

Blog do torcedor..
O editor Álvaro Filho conversou com duas lendas da crônica esportiva e flagrou um divertido desentendimento desse “Casal 20″ do rádio pernambucano.

Ralph de Carvalho “E sai o quarto treinador do Náutico”

SPORT: Eduardo Baptista confirma time para confronto em Aracaju

Depois de um trabalho tático na manhã desta Terça-feira(03) na Ilha do Retiro, o técnico, Eduardo Baptista, confirmou a equipe para o confronto diante da Socorrense(SE) no Batistão nesta Quarta(04) pela Copa do Nordeste.

O atacante Felipe Azevedo(foto) é a principal novidade na formação do Sport mandando Joelinton para a reserva.

Felipe Azevedo está vivendo um momento melhor que o Joelinton, e vamos aproveitar para trabalhar mais com o garoto. Azevedo vai jogar” disse Eduardo Baptista.

O time formou com Magrão, Vitor, Durval, Páscoa e Renê; Rithely, Rodrigo Mancha, Diego Souza e Élber;  Felipe Azevedo e Mike. O atacante Samuel sentiu um incomodo na coxa direita e foi vetado pelo DM.

ALEX SILVA:
O departamento médico confirmou que o lateral ficará 10 dias em tratamentos no DM. A delegação Rubro-negra viaja nesta Terça para Aracaju.

EXISTE ISSO? Estádio de R$ 50 milhões é usado por 120 dias. Depois vira elefante branco

Relegado a segundo plano após a inauguração da Arena Fonte Nova, o estádio metropolitano de Pituaçu tem ganhado espaço neste início do Campeonato Baiano.

Até aqui, com quatro mandantes diferentes, 25% dos jogos do torneio estadual foram realizados em seus domínios.
A marca, que pretensamente garante viabilidade ao equipamento, é comemorada pelo governo da Bahia, que é o responsável pela administração do estádio.

O governador recém empossado Rui Costa (PT) faz parte do mesmo grupo político que comanda o estado nos últimos oito anos — e que tomou a decisão, em 2009, de reformar Pituaçu ao preço final de R$ 50 milhões.

A reforma à época foi para garantir um mando de campo para o Bahia em Salvador enquanto a Arena Fonte Nova estava em construção para a Copa do Mundo. Quando a Arena ficou pronta, em 2013, o principal inquilino, o Bahia, foi forçado a migrar de praça deixando Pituaçu como segunda opção.

Segundo informações contidas no Diário Oficial da Bahia, o aluguel diário de Pituaçu atualmente é de R$ 40 mil. Só a manutenção do placar eletrônico sai por R$ 20 mil ao mês.

Dos seis jogos realizados em Pituaçu pelo estadual, até aqui, em apenas dois a renda gerada pela venda de ingressos conseguiu superar o preço do aluguel do estádio. Em todos os demais houve sonoros prejuízos.

Ainda vai piorar

A situação deve ficar ainda pior no segundo semestre de 2015.

Quando o estadual terminar, em maio, Pituaçu ficará a mercê de um calendário fortuito de eventos. Para o segundo semestre estão previstos apenas jogos da segunda divisão do Baiano — que historicamente geram baixo público — e dois campeonatos de futebol de base: a Copa Dois de Julho e a Copa Metropolitana.

A Sudesb, autarquia que administra o estádio, ainda tenta fechar um calendário esportivo que impeça Pituaçu de ficar sob o rótulo de ‘elefante branco’.

Estamos buscando parcerias com diversas empresas interessadas em investir. Mas vale ressaltar também que um governo não existe apenas para dar lucros. Ele existe para fazer investimentos que estimulem o desporto, a cultura e outras atividades em prol do cidadão“, justifica Elias Dourado, superintendente da autarquia

Ainda segundo Dourado, o governo tem se esforçado para reduzir outros custos do estádio e cita a energia solar gerada por placas fotovoltaicas como um caminho para minimizar gastos.

A energia de Pituaçu é hoje toda gerada por ele mesmo e ainda sobra. Ou seja, esse custo nós já não temos. Se fizermos uma gestão inteligente em outras áreas podemos, ao menos, equilibrar as receitas e não ter prejuízos“, diz.

O governo ainda fala em outros investimentos em Pituaçu (ou seja, mais gastos) para ajustá-lo a receber novos eventos. Está na lista de prioridades a construção de uma pista de corridas com dimensões oficiais, ao redor do campo de futebol, para provas de atletismo. O projeto, porém, ainda está na fase de estudos.

Fora os R$ 50 milhões da reforma, ainda foi construído, em 2012, uma passarela de R$ 15 milhões no entorno do estádio para facilitar o acesso do público. Doce ironia. É exatamente ele — o público — que mais tem se ausentado dos jogos em Pituaçu.

UOL.COM